O mais importante ambiente aquático isolado da Terra.

0
Powered by Rock Convert

O Lago Vostok está aprisionado há pelo menos 3 milhões de anos sob quatro quilômetros de gelo, onde a água está protegida do ar e da luz sob a enorme pressão da camada glacial.
Cientistas tentam cortar o gelo até a superfície do lago, pois querem saber se existem formas de vida em condições tão extremas. Mas outros temem que a abertura do lago gere uma explosão semelhante à abertura de uma lata de refrigerante. A perfuração de um lago isolado do mundo externo há milhões de anos pode causar, em grande escala, uma explosão parecida à da abertura de uma lata de refrigerante. É que os ecologistas e alguns cientistas temem como resultado da tentativa de abrir um buraco até as águas (as mais puras do mundo) do Lago Vostok, na Antártica.
Situado a 1,3 mil quilômetros do Pólo Sul, o lago foi aprisionado sob uma calota de gelo cuja espessura varia entre 3,7 mil e 4,1 mil metros. A água permanece líquida devido à pressão do gelo (equivalente a 350 atmosferas) e pela atividade de uma fonte geotérmica no fundo. Com 14 mil quilômetros quadrados, é o mais importante ambiente aquático isolado da Terra. Suas águas estão sem contato com os demais ecossistemas do planeta há no mínimo 3 milhões de anos – e possivelmente há 30 milhões de anos.
Cientistas russos, que tentam cortar o gelo até a superfície do lago, descoberto em 1994, já perfuraram 3. 623 metros e estão a algumas centenas de metros da água. Mas o trabalho esbarrou na objeção de um artigo do cientista Chris McKay, da Nasa, que pede muita prudência nas perfurações no Vostok, devido à forte concentração de gás no lago. – A concentração de nitrogênio e oxigênio na água do lago é mais ou menos a mesma que a contida em uma lata de refrigerante fechada e pode gerar uma violenta erupção se a água for trazida a superfície.

oexploradorPowered by Rock Convert

(Fonte: Jornal Zero Hora – EUREKA – Lago – 25 de agosto de 2003 – Pág. )

Powered by Rock Convert
Share.