“O letrista tem de ser como o contista ideal do Dalton Trevisan: escutar atrás da porta, ler bula de remédio, ouvir de tudo entre Manezinho Araújo e Stravinsky e batucar muito.” ALDIR BLANC, letrista e cronista na Folha de S.Paulo

0
Powered by Rock Convert

O letrista tem de ser como o contista ideal do Dalton Trevisan: escutar atrás da porta, ler bula de remédio, ouvir de tudo entre Manezinho Araújo e Stravinsky e batucar muito.”

ALDIR BLANC, letrista e cronista, um dos mais importantes compositores do Brasil na Folha de S.Paulo

(Fonte: Veja, 16 de novembro de 2016 – ANO 49 – Nº 46 – Edição 2504 – Veja Essa – Editado por Rinaldo Gama – “As pérolas são compiladas e coletadas da imprensa e da TV e recolhidas pelos jornalistas de VEJA” – Pág: 44/45)

Share.