José Carlos Bauer, ex-jogador um dos maiores ídolos da história do São Paulo, o gigante do maracanã.

0
Powered by Rock Convert

José Carlos Bauer (São Paulo, 21 de novembro de 1925 – São Paulo, 4 de fevereiro de 2007), ex-jogador um dos maiores ídolos da história do São Paulo, conquistou seis títulos paulista pelo São Paulo Futebol Clube.

Histórico

José Carlos Bauer nasceu no dia 21 de novembro de 1925 na cidade de São Paulo. Começou sua trajetória futebolística com apenas 15 anos, quando ingressou nos juvenis do São Paulo Futebol Clube.

Pelo Tricolor, conquistou o Paulista de 1943, dois bicampeonatos estaduais (1945/46 e 1948/49), além do campeonato de 1953. No total disputou 419 partidas e marcou 16 gols.

Formou o meio-campo – antigamente conhecido como linha média – com Zarzur e Noronha e posteriormente, com Rui e Noronha. Esses trios ficaram marcados para sempre na história dos torcedores do São Paulo.

Bauer foi seis vezes campeão paulista pelo São Paulo, em 1943, 45, 46, 48, 49 e 53. Ele tinha 81 anos, e seu corpo foi velado no Cemitério da Paz, no Morumbi, onde aconteceu o sepultamento no final da tarde.

Bauer ajudou construir a história do clube primeiro ao lado de Zarzur e Noronha e, depois, com Rui e Noronha. Como profissional, ele participou de 419 partidas e marcou 16 gols, segundo informações do site oficial do São Paulo.

Powered by Rock Convert

Mesmo com grande força física, Bauer tinha grande classe e categoria e apresentava um futebol elegante. Na Copa do Mundo de 1950 chegou a ser chamado de “O gigante do maracanã”.

Apesar da derrota na decisão contra o Uruguai, Bauer continuou defendendo a seleção brasileira por mais alguns anos. No mundial de 1954 fez suas últimas apresentações pela Seleção Brasileira.

Pelo Brasil, foi campeão sul-americano em 1949, além de vice-campeão mundial em 1950. Jogou 29 partidas pela seleção brasileira.

Após defender brilhantemente o São Paulo, em 1954 transferiu-se para o Botafogo e antes de encerrar a carreira, defendeu a Portuguesa de Desportos (1955) e o São Bento (1956), onde parou de jogar.

Depois de encerrar sua carreira como jogador de futebol foi ser técnico, e além das divisões de base do Clube Indiano de São Paulo, treinou a Ferroviária de Araraquara, o Guadalajara do México e o Milionários da Colômbia.

Pela Seleção Brasileira, disputou a Copa do Mundo 1950, na qual se saiu muito bem, a ponto de ter permanecido para a Copa de 1954, apesar da derrota para o Uruguai na final no Maracanã. Bauer, Danilo e Bigode formavam a linha média do Brasil. Foi campeão sul-americano (atual Copa América) em 1949. Em 1954 defendeu o Botafogo-RJ, e em 1955 jogou pela Portuguesa. Encerrou a carreira em 1966, pelo São Bento.

José Carlos Bauer faleceu em 4 de fevereiro de 2007, aos 81 anos de idade, em decorrência de insuficiência cardíaca.

(Fonte: http://www.cassilandianoticias.com.br/ultimas-noticias – Últimas Notícias – Felipe Espíndola/SPFC – 04/02/2007)
(Fonte: http://www.jcnet.com.br/editorias_noticias – ESPORTES – Da Redação – 05/02/07)

Powered by Rock Convert
Share.