Foi intérprete da primeira vilã de novelas brasileiras

0
Powered by Rock Convert

Primeira vilã da TV diz que apanhava na rua, mas que personagem era santa perto de Carminha

 

Arlete Montenegro também dublou Miranda Priestly, de ‘O Diabo Veste Prada’

Se hoje as malvadas da televisão são amadas pelo público, no passado era bem diferente. Que o diga a atriz Arlete Montenegro, 81, intérprete da primeira vilã de novelas brasileiras. Ela deu vida a Belinha, de “Ambição”, trama assinada por Ivani Ribeiro (1922-1995), que foi ao ar em 1964, na Rede Excelsior.

INÍCIO E CHANCE NA GLOBO

De origem humilde, Arlete começou a carreira artística na Rádio São Paulo aos 13 anos, depois de ganhar em primeiro lugar um concurso que buscava uma nova estrela para a emissora. A atriz conta que participou da disputa sem a família saber. Quando ela foi descoberta houve uma grande briga.

oexploradorPowered by Rock Convert

‘Até conselho de família fizeram, porque na cabeça deles, eu is ser puta, né. Você acredita que minha mãe fazia meu primo ir comigo na rádio para eu não virar puta. Eu nem sei o que ele ia fazer, porque ele era mais novo que eu…’, relata aos risos.

Em pouco tempo, ela já estava fazendo dez radionovelas por dia. De lá para a TV foi um caminho natural. Fez Isabel, a filha de Lola e Júlio, na primeira versão de “Éramos Seis”, de 1958, da Record, e muitas outras histórias conhecidas.

Na Globo, que se tornou a principal produtora de novela do país a partir dos anos 1980, Arlete só estreou em 1995, aos 56 anos, em “Cara e Coroa”.

(Fonte: https://f5.folha.uol.com.br/televisao/2019/12 – TELEVISÃO / Por KARINA MATIAS – SÃO PAULO – 22.dez.2019)

Powered by Rock Convert
Share.