Duda Mendonça, foi um dos principais marqueteiros políticos do Brasil, era o publicitário que comandou a campanha de Lula em 2002

0
Powered by Rock Convert

Duda Mendonça, marketeiro político reconhecido pela campanha de Lula em 2002

 

Duda Mendonça (Salvador, Bahia, 10 de agosto de 1944 – São Paulo, 16 de agosto de 2021), foi um dos principais marqueteiros políticos do Brasil, era o publicitário que comandou a campanha de Lula em 2002.

 

Conhecido nacionalmente pela primeira campanha eleitoral que levou Lula (PT) à presidência da República em 2002, Mendonça era famoso por repaginar imagens políticas.

 

Ele ficou conhecido nacionalmente por comandar campanhas eleitorais —a mais emblemática foi a vitoriosa do petista Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, quando foi eleito presidente pela primeira vez.

 

Sua carreira como marketeiro político teve início em 1985, na campanha de Mário Kertez para prefeito de Salvador. Em 1992, passou a ter reconhecimento com a vitória de Paulo Maluf (PP) para a prefeitura de São Paulo. O slogan “Lulinha, Paz e Amor” garantiu a entrada do publicitário para a história.

 

Além de ter levado Lula ao Planalto adotando o mote “Lulinha paz e amor”, Duda já havia ajudado a eleger Paulo Maluf e Celso Pitta, do grupo de Maluf, nos anos 1990.

 

Trabalhou nas campanhas ao Senado de Marta Suplicy (MDB) e Lindberg Farias (PT). Em 2014, fracassou na coordenação das campanhas de Delcídio do Amaral (PT) ao Governo de Mato Grosso e de Paulo Skaf (MDB) ao Governo de São Paulo, que o levou mais uma vez a ser alvo de investigações do Ministério Público e da Polícia Federal.

 

O marqueteiro foi delatado por executivos da Odebrecht, sendo acusado de receber pagamentos do trabalho ao emedebista por meio de caixa 2. Meses depois também se tornou delator, tendo sua colaboração homologada pelo Supremo Tribunal Federal em junho.

 

O marqueteiro virou um dos personagens principais do mensalão, em 2005, quando apareceu sem avisar em uma CPI em andamento e admitiu ter recebido ilegalmente do PT dinheiro da campanha de 2002, tendo feito parte do esquema de caixa 2 da legenda. Sete anos depois, ele foi absolvido pelo Supremo.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Em entrevista à Folha em 2018, indagado sobre se é possível fazer campanha sem caixa 2, Duda disse que acha “que sim, sobretudo para os que trabalham de forma correta. Acrescentamos os impostos nos custos e dormimos em paz”.

 

Apesar dos envolvimentos nos escândalos, o maior arrependimento que Duda diz ter na carreira não tem a ver com isso.

 

“O maior arrependimento é quando ajudamos a eleger alguém e depois ficamos desencantados com ele. Chegamos a uma conclusão frustrante: Deus nos deu um dom e verificamos que ajudamos a eleger a pessoa errada”, disse, sem citar nomes. “Não é correto dar os nomes das pessoas. Não há quem nunca erre.”

 

Duda Mendonça faleceu aos 77 anos, em 16 de agosto, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Segundo o jornal O Globo, o publicitário fazia tratamento contra um câncer no cérebro e foi diagnosticado com Covid-19. O site da TV Cultura tentou contato com o Hospital, mas a assessoria não possui autorização de familiares para divulgar informações.

“Duda Mendonça foi um gênio da comunicação política. O seu trabalho na campanha de 2002 já está na história como uma das campanhas mais bonitas e sensíveis da nossa história”, disse Lula em nota.

“É uma perda irreparável. Duda foi um divisor de águas no marketing político brasileiro. Para nossa área, teve o mesmo significado de Boni para a TV brasileira: criador de estilo e renovador de linguagens. Todos nós devemos muito a ele.”

João Santana, publicitário

O governador da Bahia, Rui Costa, lamentou a morte do publicitário. Em sua conta no Twitter escreveu: “Lamento a morte do baiano Duda Mendonça. Publicitário que teve o seu talento reconhecido no Brasil e no mundo. Meus sentimentos para familiares e amigos”.

O deputado federal Paulo Teixeira (PT), também mencionou Duda em seu Twitter como “um grande publicitário”.

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil – NOTÍCIAS / BRASIL / redação TV Cultura / por Microsoft News – 16/08/2021)

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil – NOTÍCIAS / BRASIL / por (FOLHAPRESS) – SÃO PAULO, SP / por Microsoft News – 16/08/2021)

(Fonte: GAÚCHAZH – ANO 58 – N° 20.102 – 17 DE AGOSTO DE 2021 – MEMÓRIA / TRIBUTO – Pág: 25)

Powered by Rock Convert
Share.