David Axelrod, considerado um dos pioneiros na fusão do rock com o jazz nas décadas de 1960 e 1970 e figura influente no hip-hop

0
Powered by Rock Convert

David Axelrod, fundiu o jazz com rock e moldou o hip-hop

David Axelrod trabalhou como produtor, na década de 1960, e assinou a produção de artistas como Stan Kenton e Julian ‘Cannonball’ Adderley ao mesmo tempo que editou, em 1968, o álbum de estreia, “Song of Innocence”

David Axelrod, considerado um dos pioneiros na fusão do rock com o jazz   (Foto: CulturaDigital.BR/ Divulgação)

David Axelrod, considerado um dos pioneiros na fusão do rock com o jazz
(Foto: CulturaDigital.BR/ Divulgação)

 

David Axelrod (Los Angeles, Califórnia, 17 de abril de 1931 – 5 de fevereiro de 2017), músico, produtor e compositor americano, entrou para o negócio musical tocando em sessões de estúdio e ficou conhecido por sua influência no meio do hip-hop. O norte-americano David Axelrod teve um profundo impacto na música moderna, foi considerado um dos pioneiros na fusão do rock com o jazz nas décadas de 1960 e 1970 e figura influente no hip-hop.

David ficou conhecido ao fundir o jazz com o soul e o rock e ajudou a moldar o hip-hop.  Trabalhou como produtor, na década de 1960, na editora Capitol Records, incentivando-a a apostar mais em músicos negros.

Seus álbuns de estreia, de 1968, “Songs of Innocence” e “Song of Experience” são os mais famosos. A música David foi reconhecida por Frank Zappa e George Harrison e depois esquecida, até que foi redescoberta por uma nova geração de músicos como Cypress Hill, DJ Shadow, Wu-Tang Clan e DJ Questlove, cujo as composições tiveram papel fundamental em suas obras.

Nascido em Los Angeles em 1933, Axelrod lançou uma série de álbuns na década de 1970, porém foi na década de 1990 que seu trabalho renasceu ao ser redescoberto.

oexploradorPowered by Rock Convert

Axelrod assinou a produção de artistas como Stan Kenton e Julian ‘Cannonball’ Adderley (1928-1975) ao mesmo tempo que editou, em 1968, o álbum de estreia, Song of Innocence.

Apesar de ter continuado a editar durante a década de 1970, foi nos anos 1990 que o trabalho de David Axelrod acabou por ser redescoberto e utilizado por músicos de gerações mais novas, como Lil Wayne, Wu-Tang Clan e DJ Shadow.

Em 2001 editou um álbum homónimo, pela editora Mo’Wax, no qual tinha começado a trabalhar na década de 1960, e, em 2004, o registo David Axelrod Live at Royal Festival Hall.

David Axelrod faleceu em 5 de fevereiro de 2017, aos 83 anos.

A revista americana Billboard noticiou a morte do artista e afirmou que ele “teve um profundo impacto na música moderna, especialmente no hip-hop”.

(Fonte: Zero Hora – ANO 53 – N° 18.697 – 10 de fevereiro de 2017 – TRIBUTO/ Por Bruna Ayres – Pág: 35)

(Fonte: http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2017/02/07 – ENTRETÊ – MÚSICA – Do UOL, em São Paulo – 07.02.2017)

(Fonte: http://www.dn.pt/artes – ARTES – DIÁRIO DE NOTÍCIAS – 06 DE FEVEREIRO DE 2017)

Powered by Rock Convert
Share.