“Às vezes ouço passar o vento; e, só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.” Fernando Pessoa (1888-1935), poeta português, uma das figuras mais singulares e complexas da literatura portuguesa em todos os tempos

0
Powered by Rock Convert

“Às vezes ouço passar o vento; e, só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.”

Fernando Pessoa (1888-1935), poeta português, uma das figuras mais singulares e complexas da literatura portuguesa em todos os tempos.

(Fonte: Zero Hora – ANO 53 – N° 18.510 – 9 e 10 de julho de 2016 – JÁ FOI DITO – Pág: 56)

 

Share.