Wilbur Smith, autor de best-sellers mundiais, ficou conhecido por ‘Quando os Leões Comem’, a história de um jovem que cresceu em uma fazenda de gado na África do Sul

0
Powered by Rock Convert

Aclamado escritor sul-africano autor de best-sellers mundiais

Autor, que vendeu mais de 140 milhões de livros pelo mundo, ficou conhecido por ‘Quando os Leões Comem’, de 1964, história que teve 15 sequências, nas quais conta a vida de uma família durante mais de 200 anos

 

Wilbur Addison Smith (Broken Hill, Rodésia do Norte, hoje Kabwe, Zâmbia, 9 de janeiro de 1933 – Cidade do Cabo, 13 de novembro de 2021), aclamado romancista sul-africano, deixando 49 títulos escritos e mais de 140 milhões de exemplares vendidos por todo o mundo.

 

O escritor britânico, aclamado mundialmente pelos romances de aventura ambientados na história africana, nascido a 9 de janeiro de 1933 na Zâmbia, antiga Rodésia do Norte, Wilbur Smith escreveu o seu primeiro livro, ‘When the Lion Feeds’, em 1964.

 

Seus volumosos romances narram aventuras no continente africano, com histórias muitas vezes inspiradas em sua própria vida.

Smith ficou conhecido com a publicação em 1964 de seu primeiro romance, “Quando os leões comem”, a história de um jovem que cresceu em uma fazenda de gado na África do Sul que teve 15 sequências, nas quais o autor conta a vida de uma família durante mais 200 anos.

 

Ele chegou a publicar 49 romances editados em todo o mundo.

“Nas histórias teci peças do início da história da África. Escrevi sobre negros e brancos, escrevi sobre caça e mineração de ouro e farras e mulheres”, lembrou em sua biografia publicada em seu site.

Aclamado mundialmente pelos romances de aventura ambientados na história africana, Wilbur Smit escreveu o primeiro livro, “When the Lion Feeds”, em 1964, seguindo-se uma séries de títulos entre os quais se destacam os livros protagonizados pela família Courtneys.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

O escritor contou histórias de várias gerações daquela família a longo de vários períodos chave da História, desde a África colonial à África do Sul do apartheid e à Guerra Civil Americana.

 

A obra de Wilbur Smith inclui ainda a saga da família Ballantyne e romances passados no Antigo Egito como “O Novo Reino” (2021), que foi a sua última obra publicada.

Wilbur Smith faleceu em seu país aos 88 anos, em casa, na Cidade do Cabo, na África do Sul, deixando 49 títulos escritos.

“O autor de best-sellers mundiais Wilbur Smith faleceu inesperadamente esta tarde em sua casa na Cidade do Cabo, após uma manhã lendo e escrevendo com sua esposa Niso”, informou um comunicado publicado no site Wilbur Smith Books.

“Autor incontestável e inimitável de aventuras, os romances de Wilbur Smith conquistaram leitores por mais de meio século, vendendo mais de 140 milhões de cópias em mais de 30 idiomas em todo o mundo”, diz o comunicado.

“Nos 49 romances que Smith publicou, ele transportou seus leitores para as minas de ouro na África do Sul, pirataria no Oceano Índico, tesouros escondidos em ilhas tropicais, conflitos na Arábia e Cartum e no antigo Egito (…) encontrando diamantes implacáveis e comerciantes de escravos e caçadores nas selvas africanas”, acrescenta.

Seu escritório tuitou um agradecimento aos “milhões de fãs ao redor do mundo que apreciaram sua escrita incrível e se juntaram a nós em suas aventuras surpreendentes.”

(Fonte: https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura – NOTÍCIAS / CULTURA / LITERATURA / por AFP, Agência – 14 de novembro de 2021)

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2021/11/14 – POP & ARTE / Por France Presse – 14/11/2021)

(Fonte: https://expresso.pt/cultura – CULTURA / por David Levenson – 14 NOVEMBRO 2021)

Powered by Rock Convert
Share.