Agricultura
Arquitetura
Arte
Astronomia
Automobilismo
Aviação
Ciência
Classificados
Comunicação
Cronologia
Cultura
Curiosidades
Ecologia
Economia
Educação
ENCICLOPÉDIA
Esportes
Gastronomia
Indústria
Medicina
Música
PÉROLAS/MÁXIMAS
Política
Religião
Saúde
Segurança/Polícia
Tecnologia
Transportes
Turismo
 
     
Você está em: Capa - Esportes - Judô
Esportes
A primeira mulher brasileira a ganhar uma medalha olímpica em competições individuais






A primeira brasileira a subir no pódio individualmente
Ao conquistar medalha de bronze, Ketleyn Quadros colocou no peito e reservou para ela um lugar na história. Com o terceiro lugar na categoria leve (até 57kg), Ketleyn se tornou a primeira mulher brasileira a ganhar uma medalha olímpica em competições individuais. Também foi o primeiro pódio do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim.
Aos 20 anos, a brasiliense chegou a inédita posição feminina depois de cinco lutas na segunda-feira, dia 11 de agosto. Começou vencendo a sul-coreana Sinyoung Kang. Depois, perdeu para a holandesa Deborah Gravenstijn. Na repescagem, somou vitórias sobre a espanhola Isabel Fernandez e a japonesa Aiko Sato, passando para a disputa do bronze.
Na luta que4 valia medalha, Ketleyn enfrentou a australiana Maria Pekli. Houve empate nos cinco minutos regulamentares, o que levou o combate para o golden score, quando qualquer ponto conquistado pelo judoca encerra a disputa. E a brasileira levou a melhor, aplicando um ippon – a pontuação máxima – e garantindo o bronze.
Até então, o melhor resultado de uma brasileira em provas individuais olímpicas havia sido o quarto lugar. A primeira a alcançá-lo foi Aída dos Santos, mãe da ponta Valeskinha da seleção de vôlei, no salto em altura em Tóquio/1964. Quarenta anos depois, Natália Falavigna ocupou esse posto na categoria acima de 67kg do taekwondo, após ser derrotada pela venezuelana Adriana Carmona.



(Fonte: Zero Hora – Ano 45 – N° 15.688 – Pequim 2008 – Judô - Porto Alegre, terça-feira, 12 de agosto de 2008 – Pág; capa e 4)







 
 
©copyright 2014 - O Explorador. Todos os direitos reservados.