“Shakespeare é droga pesada. Quanto mais você lê mais você quer ler. Cada linha tem poesia, filosofia, uma profunda compreensão do que nós somos.” FERNANDO MEIRELLES, cineasta, 52 anos, falando sobre seu envolvimento com a obra do dramaturgo inglês William Shakespeare (1564-1616)

0
Powered by Rock Convert

“Shakespeare é droga pesada. Quanto mais você lê mais você quer ler. Cada linha tem poesia, filosofia, uma profunda compreensão do que nós somos.” 

FERNANDO MEIRELLES, cineasta, ativista, produtor e roteirista, 52 anos, falando sobre seu envolvimento com a obra do dramaturgo inglês William Shakespeare (1564-1616).

O diretor de Ensaio Sobre a Cegueira (2008) rodou em 20 de julho em São Paulo a minissérie Som e Fúria, sobre uma companhia de teatro shakespeariana em crise, e levou ao cinema em 2009, o livro que o cineasta Jorge Furtado escreveu adaptando a peça Trabalhos de Amor Perdidos, de Shakespeare

(Fonte: Zero Hora – ANO 45 – N° 15.664 – 19 DE JULHO DE 2008 – SEGUNDO CADERNO / EDITORA ÂNGELA RAVAZZOLO / CONTRA CAPA / Por ROGER LERINA – Pág: 8)

Share.