Pela primeira vez uma mulher é campeã do mundo na história da modalidade brasileira nos 50m costas

0
Powered by Rock Convert

Etiene vence rival por 0s01 e é 1ª brasileira campeã mundial

Etiene Medeiros faz história e é 1ª brasileira campeã mundial de natação

A pernambucana Etiene Medeiros conquistou, em 27 de julho de 2017, medalha de ouro nos 50m costas, no Mundial dos Esportes Aquáticos, realizado em Budapeste, na Hungria. Pela primeira vez uma mulher é campeã do mundo na história da modalidade brasileira.

Etiene Medeiros foi a primeira brasileira a ganhar uma medalha em um Mundial Júnior, a primeira a ganhar uma medalha em Mundial adulto, a primeira a se tornar campeã (e bicampeã) mundial em piscina curta, a primeira a bater um recorde mundial em piscina curta e, agora, é a primeira mulher brasileira a se sagrar campeã mundial. Na quinta-feira (27), ela venceu os 50m costas no Mundial de Budapeste, na Hungria, e fez mais uma vez história.

 

Etiene Medeiros

Etiene vence rival por 0s01 e é 1ª brasileira campeã mundial (Foto: Reuters)

 

Etiene cravou o tempo de 27s14, contra 27s15 da chinesa Fu Yuanhu, campeã mundial da prova em 2015. Aliaksandra Herasimenia, de Belarus, marcou 27s23 e ficou com a medalha de bronze.

Ela venceu um duelo particular contra a chinesa Fu Yuanhui, de quem perdeu na final do Mundial de Kazan, em 2015, deu o troco na marrenta rival e ganhou a medalha de ouro nos 50m costas. Completou a prova em 27s14, apenas um centésimo à frente de Fu. A marca é a terceira melhor da história, só atrás dos 27s11 de Fu em Kazan e do recorde mundial, da também chinesa Jing Zhao, 27s09, que dura desde 2009, ainda na época dos trajes tecnológicos.

Powered by Rock Convert

“Tive várias pessoas ao meu lado para nadar essa prova. Para mim foi uma temporada muito diferente, eu fiquei mais nervosa do que o normal”, declarou a atleta, em entrevista a SporTV . “Eu estou muito feliz, foi por pouco. A chinesa é uma ótima adversária dentro e fora da água”, declarou. “Pra mim foi só energia boa”, concluiu Etiene.

 

A pernambucana Etiene Medeiros conquistou medalha de ouro nos 50m costas, no Mundial dos Esportes Aquáticos, realizado em Budapeste, na Hungria (Foto: Reuters)

 

Para Etiene, a medalha vem em um momento na qual ela decidiu focar as provas de 50 metros, seja no nado costas ou no livre, cuja eliminatória será realizada no sábado pela manhã (29) e a final no domingo à noite (30). Ela não tem treinado para os 100m costas, que a principal prova olímpica dela. Na Rio-2016, a pernambucana foi oitava colocada nos 50m livre.

Vale ressaltar que este não foi o primeiro ouro do Brasil em Mundiais de Esportes Aquáticos, pois o país tem quatro ouros na maratona aquática feminina, um com Poliana Okimoto (10km em Barcelona-2013) e três com Ana Marcela Cunha (25km em Xangai-2011, Kazan-2015 e Budapeste 2017). Apesar de se tratarem de provas de nado, elas são consideradas modalidade distintas da natação de piscina.

(Fonte: https://www.terra.com.br/esportes/esportes-aquaticos – ESPORTES – ESPORTES AQUÁTICOS – Gazeta Esportiva – 27 JUL 2017)

(Fonte: https://olharolimpico.blogosfera.uol.com.br/2017/07/27 – Blog Olhar Olímpico – ESPORTE/ Demétrio Vecchioli – 27/07/2017)

Powered by Rock Convert
Share.