“Pedimos que o governo de Cuba atue com bom senso e justiça e dê a liberdade imediata e incondicional aos presos, porque eles são inocentes.” Miriam Leiva, mulher de dissidente preso desde 2003 em Cuba, que não conta com a solidariedade de artistas, intelectuais ou parlamentares brasileiros, mais preocupados em defender o terrorista italiano Cesare Battisti, preso no Rio de Janeiro

0
Powered by Rock Convert

Pedimos que o governo de Cuba atue com bom senso e justiça e dê a liberdade imediata e incondicional aos presos, porque eles são inocentes.”

Powered by Rock Convert

Miriam Leiva, mulher de dissidente preso desde 2003 em Cuba, que não conta com a solidariedade de artistas, intelectuais ou parlamentares brasileiros, mais preocupados em defender o terrorista italiano Cesare Battisti, preso no Rio de Janeiro

(Fonte: Veja, 28 de março de 2007 – ANO 40 – Nº 12 – Edição 2001 – PANORAMA – Veja Essa – Editado por JULIO CESAR DE BARROS – Pág: 50/51)

Powered by Rock Convert
Share.