Participante do primeiro UFC da história

0
Powered by Rock Convert

Participante do primeiro UFC

 

Finalista do UFC 2

 

Kickboxer americano foi um dos oito participantes do primeiro UFC, em 1993, e enfrentou Royce Gracie na grande final do segundo torneio da companhia, em 1994

 

 

Patrick Smith (Coalgate, Oklahoma, 28 de agosto de 1963 – 18 de junho de 2019), foi um dos precursores, um dos oito lutadores que participaram da primeira edição do UFC, realizada em 1993.

 

O kickboxer americano Patrick Smith, foi um dos oito lutadores a competir no primeiro UFC da história, esteve no torneio inaugural da companhia em 1993 e foi finalista da segunda edição em 1994.

 

Powered by Rock Convert

Patrick “The Headhunter” Smith foi faixa-preta terceiro grau em taekwondo e também foi faixa-preta em hapkido, kenpo e tang soo do. No kickboxing, fez um cartel de 66 vitórias e oito derrotas, com a maioria das lutas no circuito americano. Em 1993, foi um dos lutadores recrutados para participar do primeiro UFC. Ele enfrentou Ken Shamrock na estreia e foi derrotado por finalização com uma chave de calcanhar.

 

‘Pat’ representou o taekwondo no primeiro UFC, que teve lutadores de diversas artes marciais e foi vencida por Royce Gracie, do jiu-jitsu. Ele perdeu ainda nas quartas de final, primeira rodada do torneio, para Ken Shamrock. Na segunda edição, que teve 16 atletas, Smith ganhou as três lutas eliminatórias — contra Ray Wizard, Scott Morris e Johnny Rhodes — e chegou à final, tendo sido finalizado por Gracie.

 

O último combate de Patrick no UFC foi na sexta edição do evento, na qual finalizou Rudyard Moncayo com um mata-leão. Ele seguiu lutando regularmente até 1999, quando perdeu para Marcus ‘Conan’ Silveira, hoje comandante da ‘American Top Team’. Smith voltou ao MMA em 2003, mas voltou a entrar no cage com frequência apenas entre 2006 e 2009. Já com 52 anos, em 2015 e 2016, foi nocauteado duas vezes, naquelas que foram suas últimas aparições profissionais.

 

Smith se sairia muito melhor no segundo torneio, em 11 de março de 1994. Ele venceu três lutas para chegar à final contra Royce Gracie, que o finalizou com uma guilhotina em 1m07s. O kickboxer americano voltaria ao Ultimate em 1995, no UFC 6, e venceu Rudycard Moncayo por finalização – após sua derrota para Royce, passou a praticar jiu-jítsu e chegou à faixa roxa.

Patrick Smith lutou MMA até 2009, quando se aposentou após uma derrota para Kevin Jordan, com um cartel de 20 vitórias e 15 derrotas. Na carreira, encarou nomes como Kimo Leopoldo, Fábio Gurgel, Marco Ruas e Conan Silveira. Ele também tentou a sorte no boxe, onde fez um cartel ruim de cinco vitórias, 11 derrotas e dois empates.

Patrick Smith faleceu em 18 de junho de 2019, aos 55 anos.

O ex-atleta foi vítima de um câncer raro, o carcinoma sarcomatoide da bexiga. A notícia foi publicada pelo site ‘Combate’, que confirmou a informação com o irmão de Patrick, Jerry.

É o segundo lutador do UFC 1 a falecer. Antes dele, o kickboxer Kevin Rosier morreu em abril de 2015, aos 53 anos de idade.

(Fonte: https://br.yahoo.com/esportes/noticias – ESPORTES / NOTÍCIAS / AgFight – 20/06/2019)
(Fonte: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia / COMBATE / NOTÍCIA / Por Combate.com — Rio de Janeiro – 20/06/2019)
Powered by Rock Convert
Share.