Paolo Stanzani, foi um dos grandes responsáveis por transformar a marca de tratores numa marca de carros esportivos de estrondoso sucesso.

0
Powered by Rock Convert

Paolo Stanzani, o pai do Lamborghini Miura

Paolo Stanzani, o pai do Lamborghini Miura (Foto: Divulgação)

 

Foi um dos ‘pais’ dos Lamborghini Miura e Countach

Paolo Stanzani (Bolonha, 20 de julho de 1936 – 18 de janeiro de 2017), projetista e engenheiro de automóvel, foi um dos grandes responsáveis por transformar a marca de tratores numa marca de carros esportivos de estrondoso sucesso.

Stanzani foi um dos elementos que trabalhou nos modelos Lamborghini da primeira geração, mais concretamente nos 350 GT e no Miura, sendo o seu trabalho essencial para a evolução da marca naqueles primeiros anos.

Paulo Stanzani é creditado como um dos pais do icônico Lamborghini Miura, mas também um dos impulsionadores da própria marca italiana nos seus primórdios. Paolo Stanzani, projetista e engenheiro de automóvel de renome, nascido no dia 20 de julho de 1936, formou-se em engenharia mecânica na Universidade de Bolonha aos 25 anos de idade. Apenas cinco anos após ter terminado o curso, foi contratado pela Automobili Ferruccio Lamborghini, numa época em que a marca produzia modelos como o 350 GT, 400 GT e Islero.

Foi então que o jovem engenheiro -junto com Giampaolo Dallara e o desenhista Marcello Gandini- começou a trabalhar num modelo que marcou o mundo do automóvel até aos dias de hoje, influindo na forma como os superesportivos são pensados e produzidos: o Lamborghini Miura.

 

Paolo Stanzani, o pai do Lamborghini Miura (Foto: Divulgação)

 

Powered by Rock Convert

Trabalhando em conjunto com Gian Paolo Dallara e com o designer Marcello Gandini, o Miura tornou-se num dos projetos mais populares da marca, sendo ainda hoje reverenciado pelos entusiastas da marca e dos automóveis. Lançado em 1967, desde logo o Miura assumiu um papel fundamental para a definição dos desportivos de nova era, rivalizando com os modelos criados pela Ferrari.

O bom trabalho de Stanzani valeu-lhe a promoção no seio da marca para o cargo de diretor técnico, desenvolvendo também o Countach que viria a marcar o design da companhia nas décadas de 1970-1980, com um modelo em ‘cunha’ e visual muito aerodinâmico representativo daquela era.

Após a venda da Lamborghini, Stanzani deixou a marca e passou pela Bugatti, onde trabalhou naquele que foi um dos superdesportivos de referência na época, mas com pouca duração, o EB110. Em 2016, no evento que comemorou o 50.º anivesário do Miura, a marca convidou o grupo de ‘pais’ daquele desportivo, com Stanzani a juntar-se a Gian Paolo Dallara e Marcello Gandini para marcarem presença nos festejos.

Passados mais de 50 anos, o Lamborghini Miura continua inspirando toda a indústria automotiva. Mas a história continua. Apenas quatro anos depois de ter entrado para a Lamborghini, Stanzani assumiu as funções de diretor-geral e diretor-técnico da marca, substituindo Giampaolo Dallara,  e lançando modelos como o Espada, Miura SV, Urraco e Jarama. Mas mais importante ainda, foi o grande impulsionador do Lamborghini Countach.

A Lamborghini Miura inspirou diversos esportivos fora de série aqui no Brasil, nos anos 1970 e 1980, e o próprio nome Miura foi adotado como marca naqueles esportivos gaúchos que causaram furor nos anos 1980.

Paolo Stanzani faleceu em 18 de janeiro de 2017

(Fonte: http://autoetecnica.band.uol.com.br – CLASSIC CARS / Por  – 24 de janeiro de 2017)

(Fonte: https://www.dinheirovivo.pt/motor-24 – MOTOR 24 – 23.01.2017)

Powered by Rock Convert
Share.