O primeiro edifício de garagens automáticas do Brasil

0
Powered by Rock Convert

O primeiro edifício de garagens automáticas do Brasil

Estacionamento nas alturas

Garagens automáticas inovaram o conceito de vagas na cidade nos anos de 1950

Garagem automática piloto em São Paulo, 1956. (Foto: Acervo/Estadão)

Garagem automática piloto em São Paulo, 1956. (Foto: Acervo/Estadão)

 

A falta de vagas de estacionamento no centro é um problema que atinge São Paulo desde muito tempo. Já na década de 1940, o Estado dedicava matérias sobre a questão. Uma das alternativas para combater o problema foi a construção de edifícios garagens. Mas esse sistema trazia outros inconvenientes para o motoristas, como filas para deixar ou pegar o carro com os manobristas e trânsito nas rampas de acesso.

 

O Estado de S.Paulo - 15/10/1958

O Estado de S.Paulo – 15/10/1958

 

Para descongestionar o trânsito nos edifícios garagens foi lançado o projeto de garagem automática. Ao invés de rampas, um elevador levava o carro ao boxe. E lá era empurrado para a vaga sem a ajuda de manobristas ou do próprio motorista, que no sistema anterior também levava o carro à vaga.

 

Powered by Rock Convert

Edifício-garagem na Avenida Itororó, 1956. (Foto: Acervo/Estadão) Edifício-garagem na Avenida Itororó, 1956. (Foto: Acervo/Estadão)

 

O projeto de garagem mecânica foi lançado durante a reunião Latino-Americana sobre Siderurgia, em outubro de 1956, pela companhia Atlas. Em 1958, foi inagurado o primeiro edifício de garagens automáticas, o Edifício Araújo. A região escolhida para sua construção foi a Avenida Itororó, futura Avenida 23 de Maio.

 

O Estado de S.Paulo -  (Foto: 26/10/1958)

O Estado de S.Paulo – (Foto: 26/10/1958)

 

Na época a via, que também já foi conhecida como Avenida Anhangabaú, ainda não havia passado pelas mudanças que a transformariam na primeira via expressa da cidade. O trecho inicial das obras da 23 de Maio compreendia apenas uma pequena extensão que ia da Praça da Bandeira até o Viaduto Dona Paulina e formava um bolsão com poucas saídas. O empreendimento vendeu todas suas 322 vagas, distribuídas 25 andares, em menos de um mês. No ano seguinte a segunda garagem com a nova tecnologia foi lançada, o Garagem Automática Anhangabaú.

 

O Estado de S.Paulo- 28/5/1959

O Estado de S.Paulo- 28/5/1959

(Fonte: http://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo – 11649,0 -Estacionamento nas alturas/ Por Liz Batista – 29 de outubro de 2015)

Powered by Rock Convert
Share.