O primeiro carro esportivo da história

0
Powered by Rock Convert

Considerado o primeiro carro esportivo da história, um “Vauxhall” de 1914

Vauxhall Logo (2008-Present)

Vauxhall Logo (2008-Present)

 

Carro considerado o 1º esportivo da história foi leiloado

Motor do ‘esportivo’ Prince Henry Sports Torpedo, de 1914, gera apenas 25 cavalos de potência.

 

1914 Vauxhall 'Prince Henry' Sports Torpedo (Foto: Divulgação/Bonhams)

1914 Vauxhall ‘Prince Henry’ Sports Torpedo (Foto: Divulgação/Bonhams)

 

A casa de leilões Bonhams de Londres leiloou em 3 de dezembro de 2016 vários veículos antigos, entre os quais destaca-se o que é considerado primeiro carro esportivo da história, um Vauxhall de 1914.

O carro, um modelo esportivo “Prince Henry Sports Torpedo”, da Vauxhall, partiu com um preço estimado entre 500 mil e 600 mil libras (de R$ 2,2 milhões a R$ 2,6 milhões), segundo estimativa da Bonhams.

 

1914 Vauxhall 'Prince Henry' Sports Torpedo (Foto: Divulgação/Bonhams)

1914 Vauxhall ‘Prince Henry’ Sports Torpedo (Foto: Divulgação/Bonhams)

 

O modelo foi projetado pelo engenheiro e designer automotivo Laurence Pomeroy (1883-1941), mas o conceito de carro esportivo na época era muito diferente do que é hoje. O motor de 4 cilindros gera até 25 cavalos de potência, cerca de um terço do que hoje é um modelo 1.0 “popular”.

 

Laurence Pomeroy (1883-1941), engenheiro automotivo (Foto: Grace's Guide/Divulgação)

Laurence Pomeroy (1883-1941), engenheiro automotivo (Foto: Grace’s Guide/Divulgação)

 

Powered by Rock Convert

Outro ponto forte do leilão será o Rolls-Royce Phanton I, construído em 1926 por encomenda do empresário americano Clarence Gasque, que queria presentear sua esposa, Maude Gasque.

O preço de saída do automóvel foi entre 500 mil e 700 mil libras (R$ 2,2 milhões a R$ 3,1 milhões), avalia a Bonhams.

A casa de leilões lembra que quando encomendou o carro, Gasque dispunha de um orçamento ilimitado e confiou na empresa Charles Clark and Sons para desenhar seus detalhes.

John Barnett, o dono da fabricante, inspirou-se em uma cadeira que tinha pertencido à rainha Maria Antonieta, que tinha contemplado no Museu Victoria & Albert, de Londres.

O resultado foi um interior que se parece mais com uma sala real do palácio de Versalhes do que o interior de um veículo.

 

1926 Rolls-Royce Phantom I - 'The Phantom of Love' (Foto: Divulgação/Bonhams)

1926 Rolls-Royce Phantom I – ‘The Phantom of Love’ (Foto: Divulgação/Bonhams)

 

O preço no momento da entrega, há mais de um século, foi de 6,5 mil libras, das quais 4,5 mil tinham sido investidas em decorar seu interior. O carro, que foi chamado de “The Phantom Of Love” figura entre os modelos sobreviventes mais famosos da marca Rolls-Royce.

 

1926 Rolls-Royce Phantom I - 'The Phantom of Love' (Foto: Divulgação/Bonhams)

1926 Rolls-Royce Phantom I – ‘The Phantom of Love’ (Foto: Divulgação/Bonhams)

 

(Fonte: https://economia.terra.com.br/videos – Economia – 3/12/16)

(Fonte: http://g1.globo.com/carros/noticia/2016/12 – CARROS – NOTÍCIA/ Por Da Agencia EFE – 02/12/2016)

Powered by Rock Convert
Share.