“Não quero entrar em polêmica sobre se o prêmio é merecido ou não. (…) Cada um tem seu motivos. Claro que eu gostaria que eles estivessem aqui, mas não estão.” LUKA MODRIC, croata que atua no Real Madrid, ao ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, em cerimônia que primou pela ausência de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, que se revezaram no pódio por uma década

0
Powered by Rock Convert

Não quero entrar em polêmica sobre se o prêmio é merecido ou não. (…) Cada um tem seu motivos. Claro que eu gostaria que eles estivessem aqui, mas não estão.”

LUKA MODRIC, croata que atua no Real Madrid, ao ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, em cerimônia que primou pela ausência de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, que se revezaram no pódio por uma década

(Fonte: Veja, 3 de outubro de 2018 – ANO 51 – Nº 40 – Edição 2602 – Veja Essa – Editado por Lizia Bydlowski – Pág: 46/47)

Share.