“Não julgues ninguém, porque não vês os motivos, mas sim os atos.” FERNANDO PESSOA (1888-1935), poeta português, expressou em sua obra as angústias e contradições do homem moderno

0
Powered by Rock Convert

“Não julgues ninguém, porque não vês os motivos, mas sim os atos.” 

FERNANDO PESSOA (1888-1935), poeta português, expressou em sua obra as angústias e contradições do homem moderno

(Fonte: GAÚCHAZH – ANO 55 – N° 19.366 – 6 E 7 de abril de 2019 – JÁ FOI DITO – Pág: 56)

Share.