“Na Lava-Jato, se aparecer alguém do governo, já se sabe qual a posição do presidente: é que a pessoa deixe a equipe.” ELISEU PADILHA, ministro-chefe da Casa Civil, na Folha de S.Paulo, no mesmo dia em que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, foi acusado de desviar recursos da Petrobras para favorecer a OAS. Alves permanece até hoje no governo

0
Powered by Rock Convert

Na Lava-Jato, se aparecer alguém do governo, já se sabe qual a posição do presidente: é que a pessoa deixe a equipe.”

ELISEU PADILHA, ministro-chefe da Casa Civil, na Folha de S.Paulo, no mesmo dia em que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, foi acusado de desviar recursos da Petrobras para favorecer a OAS. Alves permanece até hoje no governo

(Fonte: Veja, 15 de junho de 2016 – ANO 49 – Nº 24 – Edição 2482 – PANORAMA – Veja Essa – Editado por Rinaldo Gama – “As pérolas são compiladas e coletadas da imprensa e da TV e recolhidas pelos jornalistas de VEJA” – Pág: 44/45)

Share.