Massaud Moisés, professor de literatura e escritor, era membro da Academia Paulista de Letras

0

Professor de literatura da USP

 

Acadêmico era amplamente reconhecido por seus estudos de letras brasileiras e portuguesas e teoria literária

 

 

São Paulo 31/01/12 – CADERNO 2 – MASSAUD MOISES – Entrevista com o professor de literatura Massaud Moises, que lançou o livro, “Literatura Portuguesa Através dos Tempos”. (FOTO: ANDRE LESSA/AE.)

 

Intelectual formou gerações de alunos de letras e outros críticos

 

 

O professor Massaud Moisés – (Foto: Divulgação / Academia Paulista de Letras)

 

Por 40 anos, professor lecionou na USP e ajudou na formação de alunos de letras e novos críticos literários

 

Massaud Moisés (São Paulo, 9 de abril de 2018 – São Paulo, 11 de abril de 2018), professor aposentado de literatura portuguesa da USP e escritor.

Massaud Moisés ingressou como assistente da Cadeira de Literatura Portuguesa, em 1952, na então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL). Dois anos depois, em 1954, assumiu oficialmente a mesma Cadeira e lecionou por mais de quarenta anos até se aposentar em 1995, no atual Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas.

Moisés teve um papel importante nos estudos da literatura nos estudos da literatura lusitana no Brasil. Ele assumiu a cadeira de literatura portuguesa, depois de dois anos como professor assistente.

Ele também foi professor visitante nas universidades norte-americanas de Wisconsin (1962-1963), Indiana (1967-1968), Texas (1971), Califórnia (1982), Vanderbilt (1970-1987), e na Universidade de Santiago de Compostela (2001).

Entre as literaturas vernáculas, especialmente a brasileira e a portuguesa, e a teoria da literatura, publicou algumas obras fundamentais nos estudos literários brasileiros, entre elas A Literatura PortuguesaHistória da Literatura Brasileira (5 vol.), A Criação Literária (3 vol.), Literatura: Mundo e Forma (1982) e A Análise Literária (12 edições).

Moisés também era membro da Academia Paulista de Letras. O intelectual foi o responsável pela formação de gerações de alunos de Letras e críticos literários em todo o Brasil. No primeiro livro, por exemplo, o professor ensinava o passo a passo, como um um manual, para se analisar uma obra de ficção.

Em suas obras, Moisés aborda as literaturas brasileira e portuguesa, bem como teoria literária, publicou ainda o Pequeno Dicionário dLiteratura Brasileira.

Massaud Moisés morreu em 11 de abril de 2018, dois dias depois de completar 90 anos, em São Paulo. Moisés sofreu um acidente vascular cerebral (AVC).

“Durante toda a sua carreira, desenvolveu importantes trabalhos de pesquisa e escreveu inúmeros artigos e livros nas áreas de teoria literária, literatura portuguesa e literatura brasileira”, diz a nota do DLCV.

(Fonte: Zero Hora – Ano 54 – N° 19.061 – 13 de abril de 2018 – TRIBUTO / MEMÓRIA – Pág: 35)

(Fonte: http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura – NOTÍCIAS – LITERATURA – CULTURA / Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo – 12 Abril 2018)

Share.