Mário Jacques, estreou-se em 1960 no Teatro Experimental do Porto e integrou diversas produções no cinema e televisão

0
Powered by Rock Convert

 

 

 

 

Mário Jacques numa peça de teatro com Lurdes Norberto e Paula Guedes (Foto: RUI OLIVEIRA/GLOBAL IMAGENS / ARQUIVO)

Mário Jacques numa peça de teatro com Lurdes Norberto e Paula Guedes (Foto: RUI OLIVEIRA/GLOBAL IMAGENS / ARQUIVO)

 

 

Mário Jacques (Porto, 1939 – Lisboa, 25 de janeiro de 2015), ator português. Estreou-se em 1960 no Teatro Experimental do Porto e integrou diversas produções no cinema e televisão.

Nascido em 1939 no Porto, Mário Jacques estreou-se no teatro em 1960 no Teatro Experimental do Porto. Em 1970 fundou os Bonecreiros, grupo de teatro independente.

Frequentou Escolas de Arte Dramática em Estrasburgo e Moscou e em 1990 obteve o prêmio da Interpretação Masculina Palmira Batos/António Silva, da Câmara Municipal de Lisboa, pela sua interpretação em “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf”, de Edward Albee.

Passou pelo Teatro da Malaposta e no cinema actuou sob a direção de António de Macedo, António Cunha Teles, Paulo Rocha, João Botelho e João Mário Grilo.

Participou também em diversas produções televisivas, nomeadamente “Pai à Força”, “Velhos Amigos”, “Sol de Inverno” e mais recentemente “Mulheres”, da TVI.

O ator Mário Jacques morreu dia 25 de janeiro de 2015, em Lisboa, após ter sido submetido a uma cirurgia ao coração

oexploradorPowered by Rock Convert

 

 

(Fonte: http://www.movenoticias.com/2015/01 – ATUALIDADE – 25 Janeiro, 2015)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.