Maria Helena Gregori, chegou a ser detida na época da ditadura, pela sua defesa do estado de direito no Brasil

0
Powered by Rock Convert

 

 

 

 

 

Maria Helena Gregori (1937 – São Paulo, 15 de fevereiro de 2015)ativista social que chegou a ser detida na época da ditadura, pela sua defesa do estado de direito no Brasil.

Maria Helena Gregori, mulher do ex-ministro da Justiça José Gregori. Teve trajetória marcada pela militância contra a ditadura, e a favor da anistia e dos direitos humanos.

Na juventude, Maria Helena integrou o comitê executivo de organização das Diretas Já, pela realização de eleições presidenciais após o golpe. Atuou nos bastidores das campanhas de Franco Montoro (1982) ao governo de São Paulo e de Fernando Henrique Cardoso à prefeitura (1986). Na capital paulista, foi assessora especial de Direitos Humanos da ex-prefeita Luiza Erundina (PSB).

Muito amiga de Ruth Cardoso, chefiou o gabinete da ex-primeira-dama na ONG Comunidade Solidária. Também foi presidente da Fundacentro em São Paulo. Desde 2008 vinha lutando contra uma série de problemas de saúde, como lúpus e câncer.

O ex-ministro José Gregori, que foi casado com Maria Helena por 53 anos, lembra que a mulher trabalhava para fortalecer “movimentos feministas em seu nascedouro” e que a disposição pelo ativismo social fez de sua casa uma espécie de sala de reuniões permanente para discussões sobre as Diretas.

Maria Helena morreu em 15 de fevereiro de 2015, em São Paulo, aos 77 anos.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

 

(Fonte: https://www.bemparana.com.br/noticia/372693 – POLÍTICA – Folhapress – 15/02/15)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Powered by Rock Convert
Share.