Marc Batchelor, ex-jogador da seleção sul-africana de futebol

0
Powered by Rock Convert

Ex-jogador da seleção da África do Sul

 

 

Marc Batchelor (Johanesburgo, África do Sul, 4 de janeiro de 1970 – 15 de julho de 2019), ex-jogador da seleção sul-africana de futebol. O ex-jogador teve a carreira marcada por ter atuado em grandes clubes da África do Sul.

 

Batchelor não disputava uma partida profissional desde 2003, quando atuou pelo Moroka Swallows, da África do Sul. O ex-jogador viveu o auge na carreira em sua passagem pelo Orlando Pirates, quando conquistou quatro títulos entre 1994 e 1996.

 

Batchelor, que começou a carreira como atacante e depois se reinventou como defensor, vestiu a camisa de Kaizer Chiefs, Orlando Pirates e Mamelodi Sundowns, as três principais equipes da África do Sul, além de ter defendido a seleção do país.

 

Também ganhou notoriedade por ter sido testemunha no julgamento do ex-velocista Oscar Pistorius, condenado por assassinar a namorada, a modelo Reeva Steenkamp, em 2013. Isso porque os dois ex-atletas trocaram ameaças por causa de uma suposta infidelidade de outra ex-parceira de Pistorius.

 

Powered by Rock Convert

Além de se destacar como atleta, Marc também ficou marcado por ter testemunhado durante o julgamento do velocista Oscar Pistorius, que foi condenado pelo assassinato de sua namorada (Reeva Steenkamp). Marc estaria supostamente envolvido em um caso de traição relacionado a uma ex-namorada de Pistorius.

 

Marc Batchelor foi assassinado em 15 de julho de 2019, à noite a tiros em seu carro quando voltava para casa, na zona norte da região metropolitana de Johanesburgo, capital da África do Sul.

 

Batchelor, morreu após ter recebido vários disparos de dois homens em uma moto que abriram fogo contra o seu veículo.

 

As balas atravessaram o vidro junto ao assento do ex-jogador de 49 anos, que morreu na hora. O jardineiro da vítima também estava no carro, mas saiu ileso.

 

“Há algo que pode sintetizar o meu irmão, e é os seus últimos momentos na Terra. Estava com seu jardineiro, a quem ele amava e adorava. A primeira reação de Marc quando os disparos começaram foi dizer ao jardineiro: ‘se abaixe, se abaixe’. A sua primeira preocupação foi com ele”, declarou o irmão do ex-atleta, Warren Batchelor, em entrevista à emissora de televisão “SABC”.

 

As investigações sobre o assassinato de Marc Batchelor ainda não apontam um motivo para o crime.

(Fonte: https://esporte.ig.com.br/futebol/2019-07-16 – ESPORTE  / FUTEBOL / Por iG Esporte 

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/esportes/futebol – ESPORTES / FUTEBOL / Por EFE – 16/07/2019)

Powered by Rock Convert
Share.