Lennie Niehaus, conhecido por compor trilhas sonoras de vários longas de Clint Eastwood, incluindo “Os Imperdoáveis” (1992) e “As Pontes de Madison” (1995)

0
Powered by Rock Convert

Lennie Niehaus, compositor de trilhas para filmes de Eastwood

 

Saxofonista trabalhou em mais de 20 filmes estrelados ou dirigidos por Clint Eastwood, seu amigo do exército

 

Lennie Niehaus (St. Louis, Missouri, 11 de junho de 1929 – Redlands, 28 de maio de 2020), foi um compositor, saxofonista e arranjador, mais conhecido por compor trilhas sonoras de vários longas de Clint Eastwood, incluindo “Os Imperdoáveis” (1992) e “As Pontes de Madison” (1995).

 

Niehaus, conheceu Eastwood nos anos 1950 — o cineasta foi o seu instrutor de natação enquanto os dois serviam ao Exército dos EUA. Um amor mútuo pelo jazz selou a amizade entre eles, Niehaus se tornaria um colaborador frequente.

 

Niehaus chegou a vencer um Emmy pela trilha sonora do filme ‘Lush Life’ (1993), exibido na televisão norte-americana. Como saxofonista, Niehaus chegou a participar da banda de Stan Kenton nos anos 1950. Além disso, ele lançou seis álbuns com seu próprio grupo.

 

Trajetória

 

Começando como orquestrador, o músico “graduou” para a posição de compositor principal das trilhas de Eastwood em “O Cavaleiro Solitário” (1985), e os dois repetiram a parceria em “O Destemido Senhor da Guerra” (1986) e “Bird” (1988), biografia do saxofonista de jazz Charlie “Bird” Parker.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Niehaus também compôs para o amigo as trilhas do faroeste “Os Imperdoáveis” (1992), do romance “As Pontes de Madison” (1995), da ação “Poder Absoluto” (1997), do mistério “Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal” (1997) e do épico espacial “Cowboys do Espaço” (2000).

 

Após “Dívida de Sangue” (2002), o músico resolveu se afastar do trabalho pesado de composição. Ele seguiu trabalhando com Eastwood como consultor e orquestrador, até se aposentar definitivamente depois de “Gran Torino” (2008).

 

Prêmios

 

Embora a Academia do Oscar nunca tenha reconhecido o trabalho de Niehaus com uma indicação, ele chegou a ser nomeado ao BAFTA (o Oscar britânico) por seu trabalho em “Bird”.

 

Na TV, foi premiado com o Emmy pela trilha sonora do telefilme “Vida Boêmia” (1993), que trazia Jeff Goldblum e Forest Whitaker como músicos de jazz. Ele voltou a ser indicado ao prêmio em 2008, por “Mitch Albom’s One More Day”.

 

Niehaus faleceu em 28 de maio de 2020, aos 90 anos de causas naturais.

(Fonte: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2020/06/01 – ENTRETENIMENTO / ENTRETÊ / FILMES E SÉRIES / Do UOL, em São Paulo – 01/06/2020)

Powered by Rock Convert
Share.