John Michael Hayes, foi roteirista de “Janela Indiscreta”

0
Powered by Rock Convert

Roteirista de “Janela Indiscreta”

John Michael Hayes (Worcester, Massachusetts, 11 de maio de 1919 – Hanover, Nova Hampshire, 19 de novembro de 2008), foi um dos principais roteiristas do cineasta Alfred Hitchcock.

O roteirista foi o responsável pelo script de quatro dos mais elogiados filmes do diretor Alfred Hitchcock: Janela Indiscreta (1954), Ladrão de Casaca (1955), O Terceiro Tiro (1955) O Homem Que Sabia Demais (1956), refilmagem do filme homônimo do próprio diretor.

É dele o roteiro de “Janela Indiscreta” (1954), “O Terceiro Tiro” (1955), “Ladrão de Casaca (1955)” e a refilmagem de “O Homem Que Sabia Demais” (1956).

Hayes nasceu em maio de 1919 e começou sua carreira como repórter de um jornal norte-americano antes de servir ao exército dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. Mudou para a Califórnia e, nos anos 50, se instalou em Hollywood, onde foi possível seu encontro com Hitchcock. Segundo a revista Times, Hayes e o diretor dividiam o mesmo agente e só assim o cineasta teve acesso ao roteiro de Janela Indiscreta.

Nascido em Massachusetts, nos Estados Unidos, Hayes começou sua carreira escrevendo em jornais e rádios. Foram esses trabalhos que o levaram a assinar um contrato com a Universal na década de 1950.

Os roteiros de Hayes introduziram um tom mais leve nos longas de Hitchcock antes do diretor passar a produzir filmes com temas mais obscuros. Era ele quem escrevia os diálogos engenhosos presentes nas quatro obras. A agilidade de Hayes para escrever roteiros de qualidade impressionava o realizador, que também ensinou ao roteirista muito sobre técnica e estrutura cinematográfica. Parecia ser uma relação que iria durar por anos, mas a tensão existente entre eles, devido a questões financeiras, provocou a ruptura da parceria.

Powered by Rock Convert

Hayes achava que não havia recebido um pagamento justo pelo roteiro de Janela Indiscreta e declarou que o que ele ganhou dos quatro filmes mal dava para sustentar sua família. Outro motivo de brigas foi o convite que Hitchcock fez à Angus McPhail (1903-1962), roteirista que trabalhou com o diretor em sua fase britânica, para o script de O Homem Que Sabia Demais.  

Em um primeiro momento, McPhail iria levar todos os créditos, mas Hayes levou a questão à Associação de Roteiristas. Foi provado que o roteiro foi feito apenas por Hayes e o nome de McPhail foi retirado. A gota d”água foi quando Hitchcock convidou-o para um novo trabalho, mas sem oferecer nenhum salário, apenas parte nos lucros do longa. O roteirista não aceitou e Hitchcock acusou-o de ingratidão, rompendo relações.

Após o rompimento, Hayes foi indicado ao Oscar pelo filme A Caldeira do Diabo (1957) e escreveu Disque Butterfield 8 (1961), que deu à atriz Elizabeth Taylor sua primeira estatuetaSeus outros roteiros, como Infâmia (1961), Corações Feridos (1964), Os Insaciáveis (1964) e Nevada Smith (1966), não foram tão bem sucedidos como os já citados. Nos anos 70, ele abandonou o cinema pela televisão, sem grande sucesso. Seu último filme foi O Grande Desafio (1994), uma aventura da Disney.

Hayes foi indicado ao Oscar pelo filme “A Caldeira do Diabo (1957)”. Seu último trabalho no cinema foi “O Grande Desafio” (1994), uma aventura dos estúdios Disney.

John Michael Hayes faleceu em 19 de novembro de causa natural, aos 89 anos.

(Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2008/11/25 – NOTÍCIAS – ENTRETENIMENTO – 25/11/2008 )

(Fonte: http://cec-populado.izap.ws/plus/modulos/noticias- 29476 – NOTÍCIAS – VARIEDADES/ por Redação Cinema em Cena – (V.D.) – 24/11/2008 )

Powered by Rock Convert
Share.