John Compton, ator do drama clássico “Mildred Pierce” e a série de TV “The D.A.’s Man”, produzido por Jack Webb

0
Powered by Rock Convert

Ator convidado de séries e do policial The D. A.’s Man

John Compton em foto de seu portfólio como ator (Foto: Reprodução)

John Compton em foto de seu portfólio como ator (Foto: Reprodução)

John Compton (Tennessee, 21 de junho de 1923 – Hollywood, Los Angeles, 12 de maio de 2015), ator do drama clássico “Mildred Pierce” (1945) e a série de TV “The D.A.’s Man”, produzido por Jack Webb (1920-1982).

John Compton Tolley nasceu no dia 21 de junho de 1923, no Tennessee. Na década de 1940, se mudou para Nova York para seguir carreira de ator. Após alguns trabalhos no teatro e no cinema, foi para Hollywood, onde assinou contrato com a Warner Brothers.

Em “Mildred Pierce”, estrelada por Joan Crawford, John Compton interpretou Ted Forrester, a vítima do golpe da barriga da ardilosa Veda (Ann Blyth).

Em 1959, ele estrelou “The D.A.’s Man” como um investigador que se infiltra em uma gangue de Nova York. O drama de vida curta foi produzida pela “Dragnet”, legendária companhia de Jack Webb.

Compton estreou na TV na década de 1950, fazendo participações em teleteatros e séries. Ao longo de sua carreira, foi visto em episódios de Cisco Kid, Patrulha Rodoviária, Alfred Hitchcock Apresenta, Gunsmoke, Colt 45, Richard Diamond Private Detective, Steve Canyon, Fury, Men Into Space, Os Verdadeiros McCoys e Surfiside 6.

Em 1959, ele estrelou The D.A.’s Man, série que segue a linha de O Homem da Máfia. Compton interpreta um policial que se infiltra na máfia para atuar como informante. A produção teve apenas vinte e seis episódios.

oexploradorPowered by Rock Convert

No cinema, esteve em Mildred Pierce, Pride of the Marines, San Antonio, Night and Day , Cheyenne, The Glass Menagerie, A Volta de Jesse James (série do cinema) e Os Dez Mandamentos.

Nascido John Tolley, no Tennessie, Compton foi para Nova York aos 20 e poucos anos para seguir a carreira de ator e acabou sendo escalado na comédia da Broadway “The Ryan Girl”, em 1945.

Compton deixou a carreira artística na década de 1960, passando a trabalhar como agente imobiliário em Hollywood.

O ator foi casado por 51 anos com Angela Hancock.

John Compton faleceu no dia 12 de maio, aos 91 anos de idade, de causas naturais, no centro médico Cedars Sinai, em Los Angeles.

(Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/temporadas/falecimentos – NOVA TEMPORADA/ Por: Fernanda Furquim – 24/05/2015)

(Fonte: http://on.ig.com.br/imagem/2015-05-19  – IMAGEM – Por iG São Paulo – 24/05/2015)

Powered by Rock Convert
Share.