Jack Nance, ator ficou conhecido por ‘Eraserhead’ e outros filmes de David Lynch

0
Powered by Rock Convert

Foi um colaborador frequente de David Lynch

O ator tornou-se conhecido por participar dos filmes surreais de David Lynch, como Eraserhead, Blue Velvet, Dune e Wild at Heart, além do seu papel na série Twin Peaks.

 

Marvin John Nance (Boston, 21 de dezembro de 1943 — South Pasadena, 30 de dezembro de 1996), foi a estrela do clássico de culto de 1978 Eraserhead e outros filmes de David Lynch.

O ator tornou-se conhecido por participar dos filmes surreais de David Lynch, como Eraserhead, Blue Velvet, Dune e Wild at Heart, além do seu papel na série Twin Peaks.

Em “Eraserhead”, a estreia do diretor Lynch em 1978, Nance estrelou como Henry Spencer, um desajustado zumbi, vivendo num mundo surreal e de pesadelo. O personagem de Spencer foi uma criação memorável, para a qual Nance ostentou um penteado que sugeria que ele tinha sido quase sugado para um túnel de vento. O Sr. Lynch o jogou em papéis menores em “Dune” em 1984, “Blue Velvet” em 1986 e “Wild at Heart” em 1990. Ele também teve um papel pequeno no filme de 1988 de Dennis Hopper “Colors -benzóico”.

Na série de televisão do sr. Lynch, Twin Peaks, Nance apareceu como Pete Martell, o marido de Piper Laurie, amante dos peixes. Ele desempenhou um mecânico de garagem no último filme de Lynch, ” Lost Highway ”, a ser lançado em fevereiro.

Powered by Rock Convert

Marvin John Nance cresceu em Dallas e estudou com Paul Baker, fundador do Dallas Theatre Center. Ele se mudou para a Califórnia na década de 1960 e trabalhou no Pasadena Playhouse e Circus Theatre Company em São Francisco.

Jack Nance foi encontrado morto em sua casa em South Pasadena por um amigo em 30 de dezembro de 1996. Ele tinha 53 anos.

Jack Nance foi encontrado morto com hemorragia por conta de um traumatismo craniano em dezembro de 1996, mas antes de ser encontrado o ator havia dito a amigos que dois jovens hispânicos haviam socado seu olho, no lado de fora da loja Winchell’s Doughnuts às 5 da manhã, após ele ter dito aos jovens para arranjarem um emprego, e trocarem suas roupas e seus cabelos. Porém o dono da loja diz que não se lembra da tal briga.

Porém a autópsia revelou um alto teor de álcool no sangue do ator, o que levou muitos a crerem que ele morreu ao bater a cabeça sozinho, mas por vergonha dos traumas ele acabava inventando histórias para os seus hematomas e traumas.

(Fonte: http://cinemaadois.com.br/atores- CINEMA A DOIS – ATORES / Por Fernando Neko – Jul 18, 2016)

(Fonte: http://www.nytimes.com/1997/01/11/artes – NEW YORK TIMES – ARTES/ Por  – 

© 2017 The New York Times Companhia

Powered by Rock Convert
Share.