Hélio Póvoas Júnior, poeta e diplomata gaúcho, atuou em embaixadas brasileiras na Europa, África e América do Norte e Central, e publicou quatro livros de poesias

0
Powered by Rock Convert

 

Hélio Póvoas Júnior (Rio Grande, (RS), 19 de abril de 1956 – Chicago, 17 de junho de 2008), poeta e diplomata gaúcho.

 

Ao longo de sua carreira Póvoas atuou em embaixadas brasileiras na Europa, África e América do Norte e Central, e publicou quatro livros de poesias.

 

Natural de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, nascido em abril de 1956, era licenciado em Letras Anglo-germânicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Atuou nas embaixadas brasileiras de Gabão, Zimbábue, Senegal, Vaticano, Roma, Costa Rica e Uruguai.

Powered by Rock Convert

 

Pura Lira (1993), Sinto Muito (1993), L’enfasi Sottile (1998) e Urbe, Querência (2000) fazem parte da obra do poeta.

 

Membro de diversas entidades sociais, culturais e de classe. Participante de muitas coletâneas, dentre outras, ANTOLOGIA ERÓTICA, 1993, de Urhacy Faustino e Leila Miccolis.

 

Póvoas faleceu em 17 de junho de 2008, aos 52 anos, em Chicago, onde era cônsul-adjunto do consulado brasileiro.

 

(Fonte: Zero Hora – ANO 45 – N° 15.637 – 22 DE JUNHO DE 2008 – TRIBUTO / MEMÓRIA – Pág: 33)

Powered by Rock Convert
Share.