Glórias e Tragédias do alpinismo

0
Powered by Rock Convert

1841 – Pesquisadores indianos registram a localização da montanha mais alta do mundo e a chamam de Pico 15. Em 1865, foi renomeada Monte Everest, em virtude a homenagem a Sir George Everest, o britânico que comandou pesquisas topográficas na região. Para os nepaleses, o monte se chama Sagarmatha (Teto do Céu); para os tibetanos, Chomolungma (Deusa Mãe do Mundo).
1924 – Uma equipe britânica alcança 8 572 metros sem oxigênio. George Mallory e Andrew Irwine resolvem lançar mão de oxigênio suplementar para tentar chegar ao cume. Nunca mais foram vistos.
OS ÚLTIMOS PASSOS DE MALLORY
Um dos maiores mistérios da história do Everest é o possível pioneirrismo de George Mallory e Andrew Irvine, que teriam chegado ao cume 24 anos antes de Hillary e Norgay. A expedição em que estavam tentou subir pela face norte com equipamentos e roupas inadequadas. Todos desistiram pelo caminho, execto Mallory e Irvine, que foram vistos pela última vez próximos ao último escalão, depois de terem partido de um acampamento a 8 170 metros. Em 1999, seus corpos foram achados a 600 metros do cume, sem nenhuma prova de que teriam chegado lá.
1953 – Em 29 de maio, utilizando a rota trilhada por uma expedição suíça de 1952, Tenzing Norgay e Edmund Hillary são os primeiros homens a alcançar o topo do Everest.
1963 – Os americanos Tom Hornbein e Willi Unsoeld chegam ao cume, pela primeira vez, usando a Rota Oeste.
1975 – A japonesa Junko Tabei é a primeira mulher a conquistar o Everest, em 16 de maio, pela Rota Sudeste. A primeira vez que uma mulher integrou uma expedição à montanha foi em 1950. Também em 1975, um grupo de ingleses foi o pioneiro pela Rota Sudoeste. O cinegrafista da expedição, Mick Burke, foi ao topo sozinho no dia seguinte para registrar as imagens da conquista, mas desapareceu.
1978 – Em 8 de maio, pela rota sudeste, o italiano Reinhold Messner e o austríaco Peter Habeler fazem a primeira subida bem-sucedida sem o uso de oxigênio suplementar.
1980 – Ano de extravagâncias no Everest: em 17 de fevereiro, os poloneses Krzysztof Wielicki e Leszek Cichy fizeram a primeira subida da história do alpinismo a um pico acima de 8 mil metros durante o inverno. Em 20 de agosto, Reinhold Messner foi de seu acampamento, a 6 500 metros, até o pico do Everest, sozinho, sem oxigênio suplementar e pela face norte.
1983 – Uma expedição americana conquista a temida Rota Leste, chamada de Kangshung. Até hoje esse caminho é pouco utilizado por ser uma parede instável, com muitas pedras soltas.
1995 – Mozart Catão e Waldemar Niclevicz são os primeiros brasileiros a chegar ao topo do Everest. Niclevicz já havia tentado em 1991, mas recuou a 400 metros do cume por falta de oxigênio artificial, Mozart Catão morreu três anos depois numa avalanche, enquanto tentava escalar o Aconcágua.
2001 – O norte-americano Erik Weihen-mayer é a primeira pessoa cega a chegar ao cume do Everest.
2002 – Em 25 de maio, uma expedição organizada pela National Geographic Society em comemoração aos 50 anos da conquista da montanha chega ao cume do Everest. Na equipe estão Peter Hillary e Jamling Tenzing Norgay, filhos dos pioneiros Edmund Hillary e Tenzing Norgay.
(Fonte: Revista TERRA – AVENTURA – ANO 12 – N.º 133 – Maio de 2003 – Edição Andrea Nathan – Pág. 13/14/15)

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Share.