Gary Stanley Becker, professor de economia e sociologia na Universidade de Chicago, prêmio Nobel de Economia

0
Powered by Rock Convert

O Nobel de Economia foi um crítico contumaz da intervenção estatal nos mercados

 

Gary Becker, prêmio Nobel de Economia em 1992, foi premiado por ampliar análise microeconômica ao comportamento.

 

Gary Stanley Becker (Pottsville, 2 de dezembro de 1930 – Illinois, 4 de maio de 2014), economista americano e laureado com o prêmio Nobel de Economia de 1992, por difundir o uso de teorias dessa ciência para explicar questões cotidianas – como, por exemplo, o que determina o número de filhos de um casal.
Era professor de economia e sociologia na Universidade de Chicago. Nessa área, o economista desenvolveu o conceito de capital humano, segundo o qual o investimento em educação é uma decisão consciente, que objetiva ampliar os ganhos futuros.
Seu livro “A Economia da Discriminação” (1957) notabilizou-se pelo pioneirismo na análise dos efeitos do preconceito racial e de gênero sobre o rendimento e o emprego. Nascido na Pensilvânia, Becker foi aluno e depois colega de Milton Friedman na Universidade de Chicago. Era um crítico contumaz da intervenção estatal nos mercados.

Em 1992, Becker recebeu o prêmio Nobel de Economia “por ter estendido o domínio da análise microeconômica ao amplo espectro do comportamento e da interação humana”. O economista foi considerado como um dos responsáveis pela combinação entre economia e outras disciplinas sociais.

 

O prestigiado economista americano e prêmio Nobel Gary S. Becker foi considerado como um dos responsáveis pela combinação entre economia e outras disciplinas sociais.

 

Entre suas obras fundamentais, se encontram “The Economics of Discrimination”, de 1957, e “Human Capital”, de 1964.

 

Becker é considerado um dos discípulos de Milton Friedman, também prêmio Nobel de economia e professor de Becker na Universidade de Chicago.

 

Powered by Rock Convert

Em 2011, em uma homenagem a ambos os economistas, a Universidade de Chicago criou o “Becker Friedman Institute for Research in Economics”.

 

Gary Becker morreu aos 83 anos de idade, em 4 de maio de 2014, no hospital Nortwestern, de complicações decorrentes de uma cirurgia de úlcera, em Chicago. O presidente da Universidade de Chicago, Robert J. Zimmer, afirmou que Becker será recordado como um dos “economistas mais destacados” do século XX.

(Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/05 – ECONOMIA / Da EFE – 04/05/2014)

(Fonte: Veja, 14 de maio de 2014 – ANO 47 – Nº 19 – Edição 2 373 – DATAS – Pág: 48)

(Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2012/05/04 – NOTÍCIAS – Em Sydney (Austrália) – Washington – (EFE) – 04/05/2014)

 

 

 

 

DIVULGADO: dia 18 de outubro, em Chicago que Rita Lucas, ex-mulher do Nobel de Economia, Robert Lucas, ficará com metade do prêmio de 1 milhão de dólares concedido ao economista. O casal tinha um acordo pelo qual ela receberia metade de tudo o que ele ganhasse até 31 de outubro de 1995.

(Fonte: Veja, 25 de outubro de 1995 – ANO 28 – N° 43 – Edição 1415 – DATAS – Pág: 110)

Powered by Rock Convert
Share.