Foi uma das primeiras atrizes negras com papeis marcantes

0
Powered by Rock Convert

Chica Xavier foi uma das primeiras atrizes negras com papeis marcantes

 

Com atuação em Sinhá Moça e Renascer

 

Ícone da TV, do teatro e do cinema, ela foi estrela de 26 novelas, como ‘Sinhá Moça’ e ‘Renascer’, atriz foi um símbolo da representatividade negra na arte brasileira

 

 

atriz Chica Xavier marcou presença no cinema, no teatro e na televisão brasileira como uma das primeiras atrizes negras a desempenhar papéis marcantes.

 

Chica Xavier foi uma precursora, símbolo de gerações de atrizes e atores negros, de representatividade, que trazia em cada cena ou fala traços latentes de baianidade. Nunca negou a origem. Um sorriso inconfundível, que bastava ser visto uma vez para não mais esquecer.

 

Nascida em Salvador em 22 de janeiro de 1932, Francisca Xavier Queiroz de Jesus mudou-se para o Rio de Janeiro em 1953, aos 21 anos e se consagrou como atriz de teatro, TV e cinema, ao longo de uma carreira de mais de seis décadas.

Ícone da TV, do teatro e do cinema, Chica Xavier destacou-se como referência da representatividade negra na arte brasileira. Ao longo de sua carreira, fez 26 novelas na TV Globo. Esteve também em 11 minisséries e 10 programas especiais, como Caso Verdade, Caso Especial e Teletema. Participou ainda de produções no Canal Futura e nas TVs Bandeirantes, Manchete e Educativa.

Baiana, Chica Xavier mudou-se para o Rio de Janeiro em 1953, aos 21 anos. Foi casada por 64 anos com o também ator Clementino Kelé. Em 1956 encenaram a primeira peça de suas carreiras, Orfeu da Conceição, de Vinícius de Moraes.

 

No cinema, estreou em 1962, no filme Assalto ao Trem Pagador, dirigido por Roberto Farias.

Participou de inúmeras novelas na TV Globo. A primeira delas foi Os Ossos do Barão, quando interpretou a personagem Rosa, em 1973.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Desde então, foram mais de 50 personagens só na televisão, como a Bá, de Sinhá Moça; Inácia, de Renascer, e a mãe-de-santo Magé Bassã, da minissérie Tenda dos Milagres.

 

Esteve presente em outras novelas, como Pátria MinhaCara & CoroaRei do GadoForça de um Desejo. O trabalho mais recente na emissora foi na novela Cheias de Charme, em 2012.

 

Chica ainda esteve presente em 11 filmes, entre eles o clássico do Cinema Novo “O Assalto ao Trem Pagador”, de 1962, dirigido por Roberto Farias.

Em 2010, recebeu o Troféu Palmares concedido pelo extinto Ministério da Cultura, pelo trabalho de preservação e incentivo à cultura afro-brasileira.

(Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/08/09 – RIO DE JANEIRO / NOTÍCIA / Por G1 Rio – 09/08/2020)

(Fonte: https://exame.com/casual – CASUAL / Por Agência Brasil – 08/08/2020)

Copyright Exame | Todos os direitos reservados.

Powered by Rock Convert
Share.