Foi a primeira empresa automobilística a produzir veículos em série na Europa

0

Foi a primeira empresa automobilística a produzir veículos em série na Europa

 

 

Em 2019, a Citroën completou 100 anos. E essa história centenária foi marcada por diversas inovações em design, engenharia e produção. Desde o começo, a Citroën se destacou no mercado automobilístico mundial por sua criatividade e audácia. Tudo começou com uma invenção de André Citroën, criador da marca e de um mecanismo de câmbio que lhe rendeu o privilégio de construir a engrenagem de direção do Titanic – então o maior transatlântico do mundo.

 

 

Em 1919, nascia o Citroën A, um veículo moderno para a época e confiável. A fábrica da empresa foi a primeira a produzir veículos em série na Europa. Desde então, a marca lançou centenas de modelos, sempre investindo em pesquisa, desenvolvimento e inovação. A cada novo Citroën, os clientes têm acesso ao que há de mais avançado em termos de automóveis. É o caso do Novo SUV Citroën C4 Cactus – último lançamento no segmento de SUV. Com design moderno e muito conforto, o Citroën C4 Cactus ainda conta com 12 itens de auxílio à condução, para garantir a sua segurança.

 

 

 

 

 

 

 

 

André Citroën conquistou fama no início do século 20 após inventar uma transmissão de veículos mais avançada do que o que se tinha época. Sua reputação lhe rendeu um contrato para construir as engrenagens de direção do navio Titanic, o maior e mais avançado navio do mundo na época.

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1924, a Citroën introduziu o B10, o primeiro carro com corpo totalmente em aço, que quebrava com o padrão de madeira e metal. A mudança facilitou o processo de produção e deixou os carros mais leves e seguros. Prova de que, do B10 ao Novo SUV Citroën C4 Cactus, a empresa sempre demonstrou sua preocupação com a segurança.

 

 

 

 

 

 

 

Em 1934, estreava o Traction Avant, que introduziu o uso de suspensões independentes nas quatro rodas. O modelo se tornaria um ícone cultural: foi usado como viatura oficial do presidente francês Charles de Gaulle e figurava nas histórias em quadrinhos Aventuras de Tintim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Na década seguinte, a Citroën lançou um dos carros franceses mais populares da história: Deux Cheveaux (2CV). Foram mais de cinco milhões de unidades produzidas entre 1949 e 1990. A carroceria trazia um composto de folhas de aço que dava maior resistência sem aumentar o peso.

 

 

 

 

 

 

 

Os anos 1950 foram a década do DS. Por meio de conceitos de aerodinâmica vindos da aviação, o DS já trazia a preocupação em aumentar a eficiência por meio do design – algo também presente no Novo SUV Citroën C4 Cactus. Além disso, o modelo foi o primeiro carro de produção com freios a disco.

 

 

(Fonte: https://www.msn.com/pt-br/carros – CARROS – 06/11/2018)

Share.