Enrique Tábara, foi influenciado por Vladimir Tatlin, estudou na Escola de Belas Artes em Guayaquil, teve aulas com Hans Michaelson e Luis Martinez Serrano

0
Powered by Rock Convert

Enrique Tábara, pintor equatoriano

 

Luis Enrique Tábara (Guayaquil, Equador, 21 de fevereiro de 1930 – Quevedo, 25 de janeiro de 2021), pintor equatoriano com mais de sete décadas de trajetória artística e referência da pintura equatoriana.

 

O pintor Luis Enrique Tàbara mais conhecido por Enrique Tábara nasceu no ano de 1930 em Guayaquil no Equador. Mestre e professor conseguiu conquistar seu espaço no meio da arte e colocar suas obras em destaque devido seu grande talento para pintura.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

Desde os três anos de idade demonstrava á sua família um grande interesse por pintura e sempre foi muito incentivado por sua mãe e sua irmã. Influenciado por Vladimir Tatlin que era um pintor russo estudou muito e com isso foi se aperfeiçoando e criando obras magníficas. Estudou na Escola de Belas Artes em Guayaquil no ano de 1946 onde teve aulas com Hans Michaelson e Luis Martinez Serrano.

 

Suas primeiras obras eram retratos grotescos de personagens e povos marginalizados e no ano de 1953 passou a ter obras mais abstratas. Sua primeira exposição foi realizada no ano de 1954 nos Estados Unidos e após essa exposição ganhou uma bolsa para estudar na Escuela Oficial de Belas Artes de Barcelona.

Tábara foi figura do movimento construtivista fundado no século XX pelo artista russo Vladimir Tatlin, e desenvolvido na América Latina pelo uruguaio Joaquín Torres García e o francês-equatoriano Manuel Rendón.

Enrique Tábara faleceu aos 90 anos de um infarto cardíaco, em sua casa de repouso em Quevedo (sudoeste)”, em 25 de janeiro de 2021.

O presidente equatoriano, Lenín Moreno, mostrou suas condolências e escreveu no Twitter: “Seu pincel sempre esteve na vanguarda colocando o nosso país na sede da plástica contemporânea regional”.

Após se solidarizar com familiares e amigos do pintor, o presidente declarou que “a arte equatoriana está de luto”.

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2021/01/27 – POP & ARTE / NOTÍCIA / Por France Presse – 27/01/2021)

(Fonte: https://cultura.culturamix.com/arte – ARTE)

(Fonte: GAÚCHAZH – ANO 57 – N° 19.929 – 27 DE JANEIRO DE 2021 – MEMÓRIA / TRIBUTO – Pág: 31)

Powered by Rock Convert
Share.