Daniel Gélin, tornou-se famoso no final dos anos 40, com Eterna Ilusão e Vivamos Hoje

0
Powered by Rock Convert

Ele participou de O Homem Que Sabia Demais, de Alfred Hitchcock, em 1956.

 

Daniel Yves Alfred Gélin (Angers, França, 19 de maio de 1921 – Paris, 29 de novembro de 2002), ator francês. Dono de uma extensa e eclética filmografia, Gelin iniciou sua carreira no cinema em 1941. Sob a direção de Jacques Becker, tornou-se famoso no final dos anos 40, com Eterna Ilusão e Vivamos Hoje.

A partir de 1956, quando estrelou O Homem Que Sabia Demais, de Alfred Hitchcock, passou a trabalhar com alguns dos maiores nomes do cinema: Costa-Gavras, Luigi Zampa, Claude Chabrol, Rene Clement, Louis Malle, Claude Lelouch, entre outros.

Participou de mais de 150 produções, além de muitos trabalhos na TV e no teatro. No conjunto, porém, teve uma carreira bastante irregular, com muitas atuações modestas.

Powered by Rock Convert

Com fama de sedutor, Gelin chegou a confessar que seu gosto por festas e mulheres o afastou muitas vezes do set de filmagem.

Passou pelo menos por três casamentos e teve cinco filhos, entre os quais a atriz Maria Schneider.

Daniel Gelin faleceu em 29 de novembro de 2002, aos 81 anos, de insuficiência renal, em Paris. 

(Fonte: http://cultura.estadao.com.br/noticias/cinema – CULTURA – CINEMA – AGÊNCIA ESTADO – 29 de novembro de 2002)

(Fonte: https://www.terra.com.br/istoegente/175/aconteceu – ACONTECEU – TRIBUTO / MEMÓRIA/ por Dirceu Alves Jr. – 09/12/20023)

Powered by Rock Convert
Share.