“Como, enfim a sem-vergonhice está no fundo da natureza humana e como não há lodo que não goste de aparecer ao sol, inventou-se o carnaval – três dias libérrimos, 72 horas descaradas em que ficou estabelecido que todos os vícios podem andar à solta, cabriolando na praça pública.” Olavo Bilac (1865-1918), escritor e poeta carioca, em crônica no livro “Bilac, o Jornalista: Crônicas”.

0
Powered by Rock Convert

Como, enfim a sem-vergonhice está no fundo da natureza humana e como não há lodo que não goste de aparecer ao sol, inventou-se o carnaval – três dias libérrimos, 72 horas descaradas em que ficou estabelecido que todos os vícios podem andar à solta, cabriolando na praça pública.”

Olavo Bilac (1865-1918), escritor e poeta carioca, o mais popular autor parnasiano, em crônica no livro “Bilac, o Jornalista: Crônicas”.

(Fonte: Revista Caras, 22 de junho de 2018 – ANO 25 – N° 25 – Edição 1285 – Citações – Pág: 24)

Share.