Cineasta negra vence o principal prêmio de Sundance pela primeira vez

0

Cineasta negra vence o principal prêmio de Sundance pela 1ª vez na história

 

 

Uma mulher negra levou para casa o prêmio de maior prestígio do Festival de Sundance, nos Estados Unidos, pela primeira vez na edição de 2019 do evento.

 

 

A cineasta americana de origem nigeriana Chinonye Chukwu foi a vencedora escolhida para receber o Grande Prêmio de Júri em 3 de fevereiro pelo seu filme “Clemency”.

 

 

O drama de Chinonye retrata a história de uma guarda de uma prisão que lida com o impacto emocional de seu trabalho e foi inspirada pela execução de Troy Davis em 2011, um caso que ganhou notoriedade na imprensa americana, já que diversas testemunhas-chave do caso chegaram a mudar seus depoimentos e, por isso, criar dúvidas a respeito da culpa do réu.

 

 

Troy Davis foi condenado à pena de morte pelo assassinato de um policial em 1989 em Savannah, na Georgia. No entanto, alguns dos envolvidos no caso afirmaram, em juízo, terem sido pressionados a assegurar a culpa do detento pela polícia local. Apesar disso, o Conselho de Indultos e Liberdade Condicional da Geórgia e a Suprema Corte negaram o pedido de clemência a ele.

 

 

Chinonye passou quatro anos pesquisando o caso e conversando com guardas na ativa e aposentadas, além de funcionários de setores administrativos de prisões, advogados e detentos, contou ela ao site especializado em cinema “Shadow and Act”.

 

“Todos eles me ensinaram sobre o tipo de formação dos meus personagens, a construção e o texto deles, e a minha abordagem ao retratá-los.”

 

(Fonte: https://universa.uol.com.br/noticias/redacao/2019/02/06 – TRANSFORMA / da Universa, em São Paulo – 06/02/2019)

Share.