Christopher Lawford, apareceu em filmes como “O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas” e “13 Dias que Abalaram o Mundo”

0

Christopher Lawford, ator e sobrinho de John F. Kennedy

 

 

O ator americano Christopher Kennedy Lawford em imagem de 27 de outubro de 2012 — (Foto: Todd Williamson/Invision for LA friendly House/Arquivo)

 

 

Ele atuou em ‘General Hospital’, ‘Frasier’ e ‘O Exterminador do Futuro 3’.

 

 

Christopher Kennedy Lawford (Santa Mônica, Califórnia, 29 de março de 1955 – Vancouver, Canadá, 5 de setembro de 2018), ator americano, que esteve em filmes “O Exterminador do Futuro 3: A rebelião das Máquinas” (2003), nas séries “General Hospital” e “Frasier” e também era sobrinho do ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy (1917-1963).

 

 

Além de sua carreira no cinema e na TV, Lawford era conhecido pelo ativismo político no partido democrata dos EUA. Filho de Peter Lawford e Patricia Kennedy, ele era sobrinho do ex-presidente John F. Kennedy.

 

 

 

Lawford formou-se em Direito no Boston College em 1983 e foi ativista político durante toda a vida. Ele trabalhou no Comitê Nacional do Partido Democrata e também ao lado do tio, o senador Ted Kennedy.

 

 

O ator chegou a aparecer na lista de best-sellers do jornal americano “The New York Times” com sua autobiografia, intitulada “Symptoms of withdrawal” (“Sintomas de abstinência”), publicado em 2005.

A obra lembra o período em que Lawford lutou contra o vício, nas décadas de 1970 e 1980. Nos anos 1980, o ator chegou a ser preso por supostamente se passar por um médico para falsificar receitas.

Como ator, Lawford começou a trabalhar em 1988, no filme “Clube do Suicídio”.

Lawford estreou no cinema com “Clube do Suicídio”, em 1988. Dois anos depois, atuou ao lado de Sean Connery e Michelle Pfeiffer em “A Casa da Rússia”, e entre 1992 e 1995 apareceu na novela americana “General Hospital”.

Dentre outros trabalhos, destacam-se os filmes “The Doors” (1991) e “13 Dias que abalaram o mundo” (2000), além da série “All my children”.

Outros filmes no currículo de Lawford incluem “The Doors” (1991), “O 6º Dia” (2000), “Rede de Corrupção” (2001), “Desafiando os Limites” (2005) e “Um Sonho Dentro de um Sonho” (2007). Seu último papel veio em 2008, com o drama “Eavesdrop”.

A autobiografia de Lawford, “Symptoms of Withdrawal”, se tornou um best-seller do The New York Times em 2005. No livro, o ator contava sobre sua luta contra o vício em remédios e álcool.

Sóbrio desde 1984, Lawford se tornou ativista por melhores centros públicos de tratamento para usuários de drogas. Durante o governo de Arnold Schwarzenegger na Califórnia, o ator serviu na mesa de diretores do Conselho de Saúde Pública do estado.

Lawford morreu aos 63 anos. Lawford estava em um estúdio de yoga na noite de 4 de setembro de 2018 quando se sentiu mal. A morte teria ocorrido por “causas naturais”.

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2018/09/05 – Pop & Arte / NOTÍCIA / Por G1 – 

(Fonte: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/05 – NOTÍCIAS / ENTRETENIMENTO – FILMES E SÉRIES / Por Caio Coletti Colaboração para o UOL – 05/09/2018)

Share.