Charlie Cole, autor da famosa fotografia que mostra um homem diante de um tanque de guerra durante o massacre na Praça da Paz Celestial

0
Powered by Rock Convert

Norte-americano Charlie Cole foi autor de fotografia de homem em frente a tanque na Praça da Paz Celestial

Imagem até hoje é proibida na China

O profissional ganhou o Prêmio World Press Photo por sua icônica fotografia, que ajudou a imortalizar o massacre da praça Paz Celestial

 

 

fotojornalista norte-americano Charlie Cole captou o momento em que um só homem desafia uma coluna de tanques chineses na Praça da Paz Celestial em 5 de julho de 1989. (Foto: World Press Photo / DIREITOS RESERVADOS)

Autor de fotografia de homem em frente a tanque na Praça da Paz

 

Charlie Cole (Texas, 1955 – Bali, na Indonésia, 5 de setembro de 2019), autor da famosa fotografia que mostra um homem diante de um tanque de guerra durante o massacre na Praça da Paz Celestial.

 

 

Lembrado como o fotógrafo que capturou a icônica imagem da repressão na praça de Tiananmen, em Pequim, em que um homem bloqueia a passagem de uma coluna de tanques, Charlie Cole ganhou, em 1990, o prestigioso Prêmio World Press Photo por sua fotografia do “homem do tanque”, que tentou bloquear o avanço de uma coluna de pelo menos 17 tanques, em 5 de junho de 1989. Sua identidade nunca foi conhecida. Cole capturou a cena, após a repressão do Exército chinês das manifestações pró-democracia que se prolongaram por sete semanas, com epicentro na praça Tiananmen de Pequim. Centenas de pessoas foram mortas.

 

 

A imagem, capturada pelo americano a partir da varanda de um hotel, tornou-se o retrato definitivo dos protestos que completaram três décadas em 2019.

 

 

Após registrar o momento, Cole escondeu o filme no banheiro do hotel para evitar ser descoberto pelo agentes de segurança chineses, que apareceram no seu quarto e apreenderam outro filme que ele colocou na câmera.

 

 

Powered by Rock Convert

Pelo clique, Cole ganhou em 1990 o prêmio mais importante da fotografia mundial, o World Press Photo.

 

 

Um fato curioso é que outros três fotógrafos também fizeram a mesma imagem, mas só a dele ficou realmente conhecida.

 

 

“Acho que a ação dele [do homem que se colocou em frente ao tanque]capturou o coração das pessoas em todos os lugares e, quando chegou o momento, seu caráter definiu o momento, e não o momento que o definiu”, disse Cole ao The New York Times.

 

 

“O homem do tanque” se tornou uma das imagens mais marcantes do século XX. Vários outros fotógrafos também capturaram aquele instante. Uma fotografia da cena tirada da sacada do hotel Beijing por Jeff Widener, da agência Associated Press, foi indicada ao Prêmio Pulitzer.

 

“Ele fez a imagem. Eu era apenas um dos fotógrafos. E me senti honrado por estar lá.” Na China, a imagem é bloqueada na internet.

 

 

Charlie Cole faleceu em 5 de setembro de 2019, aos 64 anos, em Bali, na Indonésia, onde morava há 15 anos.

(Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2019/09 – MUNDO / Por AFP – 14.set.2019)

Powered by Rock Convert
Share.