Celso Cunha, filólogo da língua portuguesa, autor da Nova Gramática do Português Contemporâneo.

0
Powered by Rock Convert

Celso Cunha (Teófilo Otoni, 10 de maio de 1917 – Rio de Janeiro, 14 de abril de 1989), um dos mais destacados filólogos da língua portuguesa, autor da Nova Gramática do Português Contemporâneo, um dos livros de gramática mais populares no país.

Professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Cunha participou, em meados de 1988, da Comissão de Redação da Nova Constituição do país. Ocupava a cadeira de número 35 da Academia Brasileira de Letras.

Cunha morreu dia 14 de abril de 1989, aos 71 anos, de hemorragia gástrica, no Rio de Janeiro.
(Fonte: Veja, 19 de abril, 1989 -– Edição 1076 -– Datas -– Pág; 93)

Powered by Rock Convert

 

 

 

ELEITO: o filólogo mineiro Celso Cunha, 69 anos, para a cadeira número 35 da Academia Brasileira de Letras, dia 13 de agosto de 1987, no Rio de Janeiro. Cunha derrotou por 26 votos contra 13 o escritor e editor Álvaro Pacheco, que foi apoiado pelo seu amigo José Sarney. Formado em Direito, o novo acadêmico é também gramático e professor universitário.
(Fonte: Veja, 19 de agosto de 1987 -– Edição 989 –- DATAS -– Pág; 89)

Powered by Rock Convert
Share.