Carl Mydans, integrou a primeira equipe de fotojornalistas da revista Life

0
Powered by Rock Convert

Carl Mydans (Boston, Massachusetts, 20 de maio de 1907 – Larchmont, Nova York, 16 de agosto de 2004), fotógrafo norte-americano da revista “Life”, que fez a cobertura da Segunda Guerra Mundial e outros grandes acontecimentos do século 20 para a revista “Life”

Mydans fotografou eventos importantes do século 20, desde a Grande Depressão até guerras e política, sendo um dos pioneiros em fotojornalismo. Entre as suas fotos mais memoráveis está uma em que mostra trabalhadores voltando de trem para casa em 22 de novembro de 1963, lendo jornais com a manchete Presidente Morto a Tiros.

Nascido em Boston (Massachusetts, nordeste dos EUA), em maio de 1907, Mydans se formou em jornalismo em 1923 e foi contratado como fotógrafo pelo semanário “Life” em 1936.

Carl Mydans – 1937. (Bernard Hoffman/Pictures Inc./Time Life Pictures/Getty Images)

Entre 1939 e 1945, Mydans cobriu a Segunda Guerra Mundial para a revista junto com sua mulher e também fotógrafa Shelley Mydans (1915-2002), que também era jornalista, trabalhou ao seu lado e, como ele, foi aprisionada na Segunda Guerra Mundial, por japoneses durante dois anos.

Entre outros conflitos, Carl Mydans também participou da cobertura das guerras da Coreia, entre 1950 e 1951, e do Vietnã, em 1968.

Logo após documentar – como fotógrafo do governo – o período da depressão econômica, Mydans integrou, em 1936, a primeira equipe de fotojornalistas da revista LIFE. Com ele estavam Alfred Eisenstaedt, Margaret Bourke-White, Peter Stackpole e Thomas McAvoy.

Em quatro décadas de trabalho, Mydans se tornou um dos nomes mais marcantes da história da LIFE, que é, ainda hoje, uma das maiores referências na história do fotojornalismo. Durante a II Guerra, Mydans cobriu alguns eventos na Europa, porém, suas grandes reportagens foram sobre as batalhas no Pacífico, principalmente nas Filipinas.

Powered by Rock Convert

Nas décadas seguintes, cobriu a Guerra da Coreia além de sempre atender outras demandas da revista semanal, como fotografar celebridades e políticos.

Soldados filipinos durante treinamento, Filipinas – 1941. (Carl Mydans/Time Life Pictures/Getty Images)

Carl Mydans morreu em, aos 97 anos, de insuficiência cardíaca em sua residência em Larchmont, no Estado de Nova York, explicou Seth Mydans, filho do fotógrafo e repórter do jornal “The New York Times”.

(Fonte: http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral – 20040817p7332 – CULTURA – AGENCIA ESTADO – 17 AGO 2004)

(Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/fotojornalismo/carl-mydans – FOTOJORNALISMO/ Por Alexandre Belém – 02/10/2012)

(Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u46776 – ILUSTRADA – da Folha Online – 17/08/2004)

Com agências internacionais

Powered by Rock Convert
Share.