“Bendita a sede por ensinar-nos a pureza da água. Bendita a sede por congregar-nos em torno da fome.” Orides Fontela (1940-1998), poeta brasileira, em “Sede”, do livro “Poesia Reunida: 1969-1996”

0
Powered by Rock Convert

“Bendita a sede

por ensinar-nos a pureza

da água.

Bendita a sede

por congregar-nos em torno

da fome.”

Orides Fontela (1940-1998), poeta brasileira, em “Sede”, do livro “Poesia Reunida: 1969-1996”.

(Fonte: revista Caras, 13 de maio de 2016 –  Ano 23 – N°20 – Edição 1175 – FOCO – Pág: 9)

Share.