Ben Cross, conhecido pelo papel do atleta olímpico Harold Abrahams no clássico “Carruagens de Fogo” (1981) e por viver Sarek, o pai de Spock, no reboot de “Star Trek” (2009)

0
Powered by Rock Convert

Ben Cross, de ‘Carruagens de Fogo’ e “Star Trek”

 

Ficou conhecido pelo papel do atleta olímpico Harold Abrahams no clássico “Carruagens de Fogo” (1981) e por viver Sarek, o pai de Spock, no reboot de “Star Trek” (2009)

 

 

Ben Cross (à frente, de shorts) como Harold Abrahams em ‘Carruagens de Fogo’ (1981). (Imagem: Reprodução/IMDb)

 

 

Harry Bernard “Ben” Cross (Londres, 16 de dezembro de 1947 – Viena, 18 de agosto de 2020), ator britânico, mais conhecido por seu papel principal no drama esportivo vencedor do Oscar de 1981, “Carruagens de Fogo”.

 

Quase 15 anos depois, em 1995, Cross entregou outra atuação memorável como o vilão Malagant, um ex-cavaleiro da Távola Redonda que quer o trono para si, em “Lancelot, o Primeiro Cavaleiro”, estrelado por Richard Gere.

 

Na ativa como ator desde a adolescência, Cross conseguiu sua primeira grande oportunidade no teatro, interpretando o advogado Billy Flynn (papel de Richard Gere nos cinemas) na primeira montagem do musical “Chicago” no Reino Unido, em 1979.

oexploradorPowered by Rock Convert

 

Cross, que retratou a batalha do velocista judeu Harold Abrahams para superar o antissemitismo e o triunfo nas Olimpíadas de 1924, também era conhecido pelos fãs mais jovens como o pai de Spock na reinicialização de “Star Trek” em 2009.

 

Na pele do sábio Sarek em “Star Trek”, Cross herdou papel clássico da franquia, que foi interpretado por Mark Lenard na série original e nos filmes conectados a ela. No universo da saga, o astrofísico e embaixador vulcano viveu um caso de amor com a humana Amanda Grayson, do qual nasceu Spock.

Cross, um veterano ator de teatro nascido em Londres, fez sua estreia no cinema ao lado de Sean Connery e Michael Caine no épico de Richard Attenborough sobre a Segunda Guerra Mundial de 1977, “Uma ponte longe demais”.

Depois de uma virada de sucesso na estreia do musical “Chicago” no West End de Londres, ele foi escalado para “Carruagens”, juntamente com Ian Holm e John Gielgud.

O filme ganharia quatro Oscars, incluindo melhor filme – e melhor trilha sonora original por seu tema icônico – embora o próprio Cross não tenha sido indicado.

Ele continuou trabalhando em teatro, cinema e TV até o fim de sua vida, interpretando Sarek em “Star Trek” de JJ Abrams.

Cross tinha acabado de filmar o thriller “The Devil’s Light” e foi visto no drama romântico da Netflix “Last Letter From Your Lover” no final de 2020.
Cross deixou uma performance inédita no romance “Last Letter from Your Lover”, filme da Netflix que está em pós-produção e também conta com Shailene Woodley, Felicity Jones e Joe Alwyn no elenco.
Mais recentemente, o ator britânico apareceu em “Jack: O Caçador de Gigantes” (2013) e nas séries “Banshee” (2013-2014) e “12 Macacos” (2018).

Ben Cross faleceu em 18 de agosto de 2020 aos 72 anos, em Viena.

(Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2020/08/19 – POP & ARTE / NOTÍCIA / Por France Presse – 19/08/2020)

(Fonte: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2020/08/18 – ENTRETENIMENTO / NOTÍCIAS / ENTRETÊ / GEEK / Do UOL, em São Paulo – 18/08/2020)

Powered by Rock Convert
Share.