Ann Rutherford, atriz do filme E Tudo o Vento Levou nos quais contracenou com John Wayne e Gene Autry

0
Powered by Rock Convert

Ann Rutherford (Vancouver, Canadá, 2 de novembro de 1917 – Beverly Hills, Califórnia, 11 de junho de 2012), atriz do filme E Tudo o Vento Levou nos quais contracenou com estrelas com John Wayne e Gene Autry.

Ficou famosa como a namoradinha de Andy Hardy, a única que resistia a todos os filmes, Polly Benedict. Ou então, como Carreen, a irmã de Scarlett O’Hara no lendário E o Vento Levou (39).

Foi casada duas vezes, a última com um produtor importante William Dozier, que fez American Gigolo e o Batman para a TV (de 53 até a morte dele em 1991) . Fez também participação em séries de TV como a mãe de Suzanne Pleshette em Bob Newhart Show.

Filha de uma famoso cantor da Metropolitan Opera , John Rutherford, e de uma atriz, Lillian Mansfield, estreou no palco em 1925 ainda criança quando a família se mudou para a Califórnia.

Fez muito rádio e teatro até quando em 1935, estreou em Waterfront Lady para a pequena produtora Mascot. Seu maior feito da época foi ter sido mocinha dos faroestes C que John Wayne estrelou antes de ser salvo por John Ford (não apenas dele, mas de outra lenda do gênero, o cantor cowboy Gene Autry).

oexploradorPowered by Rock Convert

Quando chegou aos 17 anos, foi chamada pela MGM que lhe deu um contrato trabalhando em praticamente todos os filmes da série mais popular de sua época, a que em Mickey Rooney fazia o papel de Andy Hardy e Ann era sua namorada fixa Polly.

Sua primeira aparição foi em 1937 em Aproveite a Mocidade (You”re Young Only Once). Andy era o adolescente típico norte-americano, sempre recebendo os conselhos de seu pai juiz Hardy (Lewis Stone) e Ann fazia a namorada compreensiva (já que ele namorou na série praticamente todas as starlets do estúdio de Lana Turner, a Esther Williams, Kathryn Grayson, e claro que Judy Garland, mas sempre voltava para Polly/Ann).

Mas a Metro também a usou em outros filmes importantes como Um Conto de Natal (38), onde fez O Espírito do Natal Passado e Ingraditão (Of Human Hearts) com Walter Huston e James Stewart.

Em 39, além do E o Vento Levou, fez ainda Essas Grã Finas de Hoje e Adorável Impostora, ambas com Lana Turner. Em 40, em Orgulho e Preconceito, com Greer Garson e Laurence Olivier, O Bamba do Sertão (Wyoming com Wallace Beery), em 42 com a Orquestra de Glenn Miller, o hoje clássico Orchestra Wives/Serenata Azul. Outros filmes conhecidos: O Homem de 8 Vidas com Danny Kaye, As Aventuras de Don Juan com Errol Flynn, e suas duas últimas aparições em Won Ton Ton, o Cão que Salvou Hollywood (76) e Eles só matam seus Senhores/ They Only Kill theirs Masters, de James Goldstone, 72. Chegou a ser convidada para a velha Rose em Titanic, de James Cameron, mas recusou.

Mas foi tão simpática, tão encantadora, uma figura doce que faleceu aos 94 anos dia 11 de junho 2012 em Beverly Hills, em consequência da idade, era canadense de Vancouver, onde nasceu em 2 de novembro de 1918.

(Fonte: www.noticias.r7.com/blogs/rubens-ewald-filho/2012/06/12 – 12 junho 2012)

Powered by Rock Convert
Share.