Alan Young, ator britânico, mais conhecido por ter dublado o personagem Tio Patinhas em vários filmes e desenhos animados, e de séries clássicas como Wilbur, o dono do cavalo falante Ed em Mister Ed

0
Powered by Rock Convert

Alan Young, ator de ‘Mister Ed’

 

 

Alan Young em 1946 (Foto: John Springer Collection/CORBIS/Corbis via Getty)

 

Dublador do Tio Patinhas

 

 

O currículo do artista acumula cerca de 20 filmes e mais de 50 séries e desenhos animados

 

 

Alan Young dublou o personagem Tio Patinhas em vários filmes e desenhos animados. (Foto: Wikipedia/ DIREITOS RESERVADOS)

 

 

 

Alan Young (North Shields, Northumberland, 19 de novembro de 1919 – 19 de maio de 2016), ator conhecido pelos fãs de séries clássicas como Wilbur, o dono do cavalo falante Ed em Mister Ed.

 

 

Ele foi indicado duas vezes ao Emmy, e venceu em uma delas, em 1951, na categoria Melhor Ator. O currículo de Alan Young acumula cerca de 20 filmes e mais de 50 séries e desenhos animados.

 

 

O ator britânico ficou mais conhecido por ter dublado o personagem Tio Patinhas em vários filmes e desenhos animados, chegou a ter a própria série no rádio, pela Canadian Broadcasting Corporation. Após se mudar para os Estados Unidos, estrelou no canal NBC a série ‘The Alan Young Show’. Young iniciou a carreira na década de 1960, na série ‘Mr. Ed’.

 

 

Angus Young nasceu no dia 19 de novembro de 1919 em North Shields, Northumberland, Inglaterra, na fronteira com a Escócia, e, chegou a morar em Edimburgo, Escócia e no Canadá. Filho de um sapateador e de uma cantora, Young cresceu em Edimburgo e em Vancouver, no Canadá.

 

 

Sofrendo de bronquite asmática, Young ficava de cama sempre que ocorria um ataque. Nestes momentos, ele costumava passar o tempo ouvindo programas de rádio, em especial os humorísticos. Aos poucos, foi aprendendo a analisar os programas, seus textos e a forma como os atores interpretavam. Isto o levou a escrever suas próprias esquetes, fazendo variações de textos clássicos como os de William Shakespeare ou dos programas que ouvia no rádio.

 

 

Além dos roteiros, Young também costumava fazer imitações dos atores e personalidades que passavam pelos programas radiofônicos. Esta experiência o transformou no ‘palhaço’ da escola, onde se apresentava sempre que tinha oportunidade.

 

 

Na adolescência, ele trabalhou como office boy na estação de rádio local, onde com o tempo passou a escrever roteiros e também a atuar como ator. Mais tarde, Young se mudou para Toronto, onde estrelou e escreveu seu próprio programa radiofônico, pela CBC. O programa durou pouco, visto que Young precisou se afastar para servir na marinha canadense durante a 2ª Guerra Mundial.

 

 

Após sua dispensa, ele voltou para Toronto, onde foi descoberto por um caça talentos americano que o levou para os EUA. Em 1944, ele integrou o elenco do programa radiofônico Philco Hall of Fame, da ABC. Anos depois, estrelou o show de variedades The Alan Young Show, pela rádio CBS. Conseguindo conquistar uma boa audiência, o programa foi adaptado para a TV, também pela CBS, entre 1950 e 1951.

Powered by Rock Convert

 

 

Em 1958, Young foi contratado para atuar no filme O Pequeno Polegar, estrelado por Russ Tamblyn (Twin Peaks). Na ocasião, ele recebeu um salário quase simbólico, o que fez o diretor George Pal lhe prometer chamá-lo para seu próximo filme. Assim, Young entrou no elenco do filme A Máquina do Tempo, na qual interpretou o melhor amigo do protagonista Rod Taylor. Mas, devido ao baixo orçamento, o salário de Young continuou sendo simbólico. Novamente, para compensá-lo, Pal deu a Young carta branca para fazer o que quisesse com seu personagem no filme.

 

 

O sucesso veio com a série Mister Ed, que ele estrelou entre 1958 e 1966.  Na história, ele interpreta Wilbur, um arquiteto tímido e inseguro que compra uma casa na qual descobre um cavalo escondido no estábulo. Para sua surpresa, o animal começa a conversar com ele. Egoísta, mimado e manipulador, Ed (voz de Allan ‘Rocky’ Lane), coloca seu novo dono em diversas situações constrangedoras, ao mesmo tempo em que age como sua consciência. Para complicar a vida do arquiteto, Ed se recusa a falar na frente de outras pessoas, incluindo a esposa de Wilbur, Carol (Connie Hines, falecida em 2009).

 

 

Connie Hines e Alan Young em 1963, na série ‘Mister Ed’ (Foto: CBS/Arquivo)

 

 

A série era uma adaptação do escritor de livros infantis Walter R. Brooks, que adaptou seu próprio conto The Talking Horse, publicado em 1937. A sitcom estreou primeiro em canais regionais. Após a primeira temporada, ela foi adquirida pela rede CBS. Após 143 episódios produzidos, a série foi cancelada quando ainda registrava 47% de audiência em seu horário. Os atores não foram informados sobre as razões que levaram a CBS a cancelar a sitcom, mas a troca de diretores de programação na época pode ter sido um dos motivos.

 

 

Entre 1988 e 1989, Young esteve no elenco de Coming of Age, sitcom que acompanhou a vida de um casal que vivia em uma comunidade de aposentados do Arizona. Young interpretou um vizinho do canal.

 

 

Ao longo de sua carreira, Young também foi visto em episódios de Five Fingers, Histórias do Velho Oeste/Death Valley Days, Gibsville, O Barco do Amor, Assassinato por Escrito, St. Elsewhere, Tal Pai, Tal Filho/Doogie Houser, Coach, O Quinteto/Party of Five, Beyond Belief, Sabrina Aprendiz de Feiticeira, Plantão Médico, entre outras.

 

 

Em 1968, Young se afastou da carreira para se dedicar ao estudo do cristianismo. Ele chegou a tentar uma carreira nesta área, mas acabou desistindo por não conseguir adaptar-se à política da igreja. Neste meio tempo, chegou a criar um canal de TV para a Christian Science Church. Após sete anos afastado, Young retomou sua carreira artística em 1974, se apresentando como stand-up comedian em clubes noturnos.

 

 

Nesta época, ele foi contratado pelos estúdios Disney para escrever uma adaptação musical de O Conto de Natal do Mickey. Além do roteiro, Young também fez a voz de alguns personagens. Este trabalho lhe abriu as portas para o mundo da dublagem, na qual se estabeleceu. Ele fez a voz do Tio Patinhas na série animada Duck Tales, bem como diversos personagens em Scooby and Scrabby Doo, O Homem Aranha e seus Amigos, O Incrível Hulk, Os Smurfs e O Show de Ren e Stimpy, entre outros.

 

 

Entre 1940 e 1947, ele foi casado com Mary Anne Grimes, com quem teve dois filhos, Alana e Alan Jr. A união terminou em divórcio. Em 1948, ele se casou com Virginia McCurdy, com quem teve mais dois filhos, Cameron Angus e Wendy. A união terminou em 2011, quando Virginia faleceu.

 

Em 1994, Young lançou sua autobiografia, com o título de Mister Ed and Me.

 

Alan Young faleceu no dia 19 de maio, aos 96 anos de idade.

(Fonte: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/viver/2016/05 – Por: Viver/Diario – Diario de Pernambuco Publicado em: 20/05/2016)

(Fonte: https://veja.abril.com.br/blog/temporadas – Nova Temporada / Por Fernanda Furquim – 9 fev 2017)

Powered by Rock Convert
Share.