A primeira empresa brasileira a abreviar semana de trabalho

0
Powered by Rock Convert

Zee.Dog é a primeira empresa brasileira a abreviar semana de trabalho

 

Com a nova iniciativa, não haverá expediente às quartas-feiras. “[A pausa] é no dia que indica o meio da semana, e não um fim de semana prolongado”, aponta Felipe Diz, CEO da Zee.Dog. “A ideia é incentivar que as pessoas usem as quartas-feiras para recarregar as baterias, passar tempo com a família, resolver coisas pessoais: é quase um jeito de forçar, no bom sentido, uma produtividade maior nos outros dias, para que o work-life balance seja melhorado.”

 

 

CONEXÃO

 

 

Segundo Diz, uma série de ferramentas colaborativas já em uso na empresa, como o Asana, para medir a produtividade e organizar cargas de trabalho, garantirão com que o trabalho em equipe siga sem alterações, mesmo com a semana abreviada. Outra ferramenta usada pela Zee internamente e que ajudará a dar o apoio no dia “off” é o Slack, app de colaboração para equipes.

 

“A empresa já é bem flexível em termos de horários por conta dos vários escritórios espalhados pelo mundo – e essas ferramentas permitem resolver alguma coisa fora [do escritório] e medir os executáveis da equipe global,” ressalta.

 

oexploradorPowered by Rock Convert

É difícil dizer se a constante conexão proporcionada pela tecnologia não fará com que as pessoas continuem trabalhando de qualquer forma, diz o fundador. Independentemente de escolhas pessoais, a nova política é um movimento da empresa para fazer com que o equilíbrio entre vida pessoal e profissional seja melhorado.

 

“É muito possível que conexões sejam feitas, mesmo de casa, usando essas ferramentas [tecnológicas], isso é impossível de resolver,” pontua. “Mas vejo [a possibilidade de trabalhar na quarta, ou não] com bons olhos: cada um fica mais livre para entregar os sprints da semana como bem entender.”

 

O expediente de quatro dias tem ganhado força em outros países. O CEO da Perpetual Guardian, Andrew Barnes, virou uma espécie de guru no assunto e lançou uma organização sem fins lucrativos, a 4 Day Week, para promover os benefícios da abordagem. Empresas como a Microsoft já testaram o modelo, que também é praticado em dezenas de escolas nos Estados Unidos.

 

A redução do expediente semanal tem sido considerada até pelo poder público: a cidade de Valência, na Espanha, quer testar jornadas de quatro dias sem redução nos salários para servidores públicos. Posteriormente, a política poderá ser expandida para empresas da cidade e as autoridades locais consideram a oferta de subsídios para incentivar a adoção.

 

Powered by Rock Convert
Share.