“Moço continuarei até a morte porque, além dos bens que obtenho com minha imaginação, nada mais …

0

“Moço continuarei até a morte porque, além dos bens que obtenho com minha imaginação, nada mais ambiciono”.

Di Cavalcanti, artista modernista carioca (1897-1976)

(Fonte: www.zerohora.clicrbs.com.br – ANO 48 – N° 16.822 – Almanaque Gaúcho/ Por Ricardo Chaves – 26 de outubro de 2011 – Pág; 46)

Share.