“Mais preciosa ao poeta, existe uma bebida, / Que a Virgílio faltou, e de Arouet foi querida:/ …

0
Powered by Rock Convert

“Mais preciosa ao poeta, existe uma bebida, / Que a Virgílio faltou, e de Arouet foi querida:/ Tu, divino café, cujo amável licor,/ Sem a mente alterar, ao peito dá vigor.”

Jacques Delille (1738-1813), poeta francês, sobre o café, celebrado no Brasil em 24 de maio.

(Fonte: www.caras.uol.com.br – 17 de maio de 2007 – Edição nº 706 – Citações)

Share.