“Escolher o adversário às vezes é muito mais importante que escolher o aliado”.

0
Powered by Rock Convert

“Escolher o adversário às vezes é muito mais importante que escolher o aliado”.

Todo mundo sabe que Tancredo Neves sempre foi bastante cauteloso, lembro ao ouvi-lo dizer que não se deve tirar o sapato antes de chegar ao rio. O Tancredo que nunca vai ao Rubicão para pescar pouca gente conhece. Boa imagem essa, penso no primeiro aperitivo. Fico imaginando um chefe político jogando o anzol no rio nos limites de Roma que Júlio César atravessou, sem pedir licença, para tomar o poder.

Em 1953, o advogado Tancredo de Almeida Neves, ex-vereador e ex-deputado estadual, exercia o primeiro mandato de deputado federal, na bancada do PSD, quando se tornou ministro da Justiça do governo constitucional de Getúlio Vargas.

Tinha 44 anos na noite de 23 de agosto de 1954, quando a sala de reuniões do Palácio do Catete se transformou no leito de um Rubicão. Além de Oswaldo Aranha, foi o único ministro a defender a resistência a qualquer custo.

(Fonte: www.veja.abril.com.br – 28/08/2009 – Baú de Presidentes)

Share.