“A calúnia é como uma moeda falsa: muitos que não gostariam de tê-la emitido fazem-na circular …

0
Powered by Rock Convert

“A calúnia é como uma moeda falsa: muitos que não gostariam de tê-la emitido fazem-na circular sem escrúpulos.”

Diane de Poitiers (1499-1566) foi amante de Henrique II, rei da França

(Fonte: www.caras.uol.com.br – 12 de setembro de 2006 – Edição nº 671 – Citações)

Share.